projetos

Entenda como cada vereador votou em pedido de crédito de quase R$ 3 milhões em Sousa

A atitude dos vereadores deixa claro que são contra o desenvolvimento do Município, prejudicando a população mais carente

Os vereadores da Câmara Municipal de Sousa, em sessão extraordinária realizada na manhã desta segunda-feira 06/07, apreciaram dois Projetos de Lei extremamente relevantes para o desenvolvimento do Município.



O que chama mais atenção é que os vereadores Cacá Gadelha, Bruna Veras, Ananias Vieira e Flamarion Batista, ambos do bloco de oposição, votaram contra o Projeto de Lei 0014/2020 que solicita autorização para abrir crédito especial no valor de R$. 800 mil, destinados a aquisição de equipamentos de Robótica para as escolas da Rede Municipal de Ensino. Outra matéria que foi rejeitada pelos parlamentares oposicionistas foi o Projeto de Lei Ordinária, que abre de crédito especial no valor de R$ 2.450 mil para conclusão da obra do Canal Vivo.


A atitude dos vereadores deixa claro que são contra o desenvolvimento do Município, prejudicando a população mais carente. Se não fosse aprovado pelos vereadores de situação, os alunos que serão beneficiados com o sistema de robótica seriam duramente prejudicados, principalmente as crianças mais carentes. A reprovação da matéria do crédito para o Canal Vivo também denota que os 4 vereadores são contrários as ações que oferecem uma Sousa melhor a todos os munícipes.


Erroneamente, a oposição usou alguns meios de comunicação para passar Fake News à população. Para esclarecer os fatos sobre o crédito para conclusão do Canal Vivo, trata-se apenas de uma transferência de rubrica. Outro fato distorcido é que usaram parte da imprensa para afirmar que os recursos vão ser retirados da Educação, como de fato não é verdade, já que os recursos destinados à Educação são para o investimento apenas do setor.


De forma desenformada, ainda foi relatado na imprensa que a sessão extraordinária não tinha sido transmitida. Como acontece em todos os eventos do Poder Legislativo, a sessão desta segunda-feira também foi transmitida através da TV Câmara, redes sociais e pela Rádio Progresso de Sousa.


Sobre a importância dos Projetos, os parlamentares de situação relataram que escolas com equipamentos de robótica favorecem o desenvolvimento e aprendizado dos alunos. Ao trabalhar em um ambiente de robótica educativa, o protótipo construído pelos alunos passa a ser um instrumento que os alunos utilizam para explorar o raciocínio lógico e criatividade. Já sobre a obra de finalização do Canal Vivo, os 10 vereadores situacionistas destacaram a importância do projeto, principalmente para melhorar o saneamento básico de Sousa. Com assessoria

Repórter PB

Destaques