são gonçalo

Lindolfo relata que vai pedir explicação ao DNOCS sobre obras em São Gonçalo, e liberação dos Galpões para a Usina de Algodão; Ouça

Lindolfo ressaltou ainda que lamenta que neste momento que o povo de Sousa necessita de acumular água para que não haja um racionamento no futuro,

O Deputado Lindolfo Pires (Pros), revelou ao Portal REPORTERPB que com a sua chegada na Assembleia Legislativa da Paraíba já conseguiu encaminhar importantes Projetos e Requerimentos do interesse dos Paraibanos, em particular, Município de Sousa.


Entre o assunto em voga, a questão relacionada a Empresa que abandonou o trecho da Obra da Barragem em São Gonçalo sem conclusão do serviço, causando prejuízo a toda população, principalmente no que se trata da escassez de água, o desperdício por condição que o barramento feito no sangradouro comportar uma lâmina de apenas, 25 milhões de metros cúbicos.

O Deputado sousense lamenta profundamente pela retirada da Empresa sem concluir o serviço no Açude de São Gonçalo, que tinha o compromisso de em menos de 30 dias entregaria a obra ao povo sousense que já deveria ter sido entregue desde o final do ano passado.

- Isso prejudica diretamente a nossa cidade, por quer São Gonçalo poderia estar com mais água do que estaria hoje. Nós estamos com 54% da capacidade. Se não tivesse abertas as comportas, certamente estaria em torno de 60%, ou mais da capacidade nominal de São Gonçalo, retratou.


Lindolfo ressaltou ainda que lamenta que neste momento que o povo de Sousa necessita de acumular água para que não haja um racionamento no futuro, esteja presenciando um grande desperdício pela falta do talude do açude não aguentar mais do que 50% de sua capacidade hídrica, tudo para manter a segurança do serviço executado pela Empresa que ainda não entregou a obra.


O Deputado Sousense disse que marcou reunião com a Superintendência do DNOCS na Paraíba para ouvir do Órgão responsável pela Obra em São Gonçalo o motivo da Empresa ter ido embora, e quais seriam as explicações dos responsáveis para conclusão do serviço.


Outro ponto levantando pelo Deputado durante entrevista ao Portal REPORTERPB foi a questão dos Galpões no Acampamento de São Gonçalo solicitados por Colonos, e Agricultores para a implantação de uma Usina de beneficiamento de Algodão, cujo Projeto conhecido por “Ouro Branco” voltou, trazendo previsão de riqueza, e renda, ao município de Sousa, que nas décadas de 60,70, e 80 viveu os momentos áureos do Algodão no Sertão.


Lindolfo revelou que ficou marcado para o dia 30 uma reunião em Fortaleza na sede da Superintendência do DNOCS para discutir a liberação dos Galpões, aonde já funcionou a Cooperativa dos Irrigantes de São Gonçalo para a implantação da Usina beneficente de Algodão.


Ouça a entrevista completa

 

Repórter PB

Destaques