Sessão Remota

CGMP inicia correição ordinária virtual na Promotoria de Justiça de Sousa

Os trabalhos foram iniciados com uma reunião por videoconferência, presidida pela corregedora-geral, Vasti Cléa Marinho da Costa Lopes.

A Corregedoria-Geral do Ministério Público do Estado da Paraíba (CGMP-PB) iniciou, nesta segunda-feira (26/10) os trabalhos de correição ordinária virtual nos sete cargos que integram a Promotoria de Justiça de Sousa, no Alto Sertão da Paraíba.

A correição ocorrerá durante toda a semana e abrangerá os trabalhos desempenhados pelos promotores de Justiça Manoel Pereira de Assis (1º e 2º cargos), Hamilton de Souza Neves Filho (3º e 4º cargos), Antônio Barroso Pontes Neto (5º e 6º cargos) e Ana Maria França Cavalcanti de Oliveira (7º cargo).

Os trabalhos foram iniciados com uma reunião por videoconferência, presidida pela corregedora-geral, Vasti Cléa Marinho da Costa Lopes. Além de esclarecer aos promotores que, através dos sistemas de pesquisa utilizados e da inauguração de um novo modelo de relatório, será possível fazer um exame aprofundado dos trabalhos desenvolvidos pelos membros, a corregedora-geral pontou que o trabalho da Corregedoria-Geral tem como objetivo uma atuação de caráter orientador, para contribuir para a melhoria dos serviços prestado às sociedade.

Participam da correição os promotores-corregedores Clístenes Bezerra de Holanda e Francisco Lianza Neto (responsáveis pela coleta dos dados quantitativos e qualitativos oriundos da atuação extrajudicial e judicial) e Cristiana Ferreira Moreira Cabral de Vasconcellos (que fará entrevistas com os promotores de Justiça correicionados visando, dentre outros objetivos, o diálogo, a orientação e a extração do que houvesse de melhor na atuação por eles desempenhada).

A promotora de Justiça Ana Maria França falou que as demandas da saúde e da execução penal se avolumaram na promotoria de Justiça e agradeceu o apoio da equipe de assessores e servidores. Hamilton Neves registrou felicidade ao perceber que a CGMP-PB estava conferindo o devido valor ao trabalho realizado pelos membros no tocante as demandas sociais.

Já o Manoel Pereira de Assis reafirmou seu compromisso e sua dedicação para com o MPPB, colocando-se à disposição para prestar as informações necessárias e seguir as orientações que lhe fossem repassadas, pois compreendia que visavam a melhoria dos serviços prestados pelo órgão.

O promotor de Justiça Antônio Barroso Pontes Neto, por sua vez, agradeceu pela oportunidade de participar de mais uma correição, destacando que a reunião com os órgãos públicos e a sociedade civil, realizada na Promotoria de Justiça de Campina Grande antes da pandemia, lhe marcou muito, sobretudo pela possibilidade de enxergar sua atuação através dos olhos da comunidade local. Também colocou-se a disposição para o esclarecimento de dúvidas e a recepção de quaisquer orientações.

A equipe da CGMP-PB elogiou o trabalho desenvolvido pelos promotores de Justiça correicionados, sobretudo durante a pandemia da covid-19.

Repórter PB

Destaques