hidra

Cinco Agentes Penitenciários exonerados na PB, acusados de facilitarem saídas de presos para práticas de homicídios, e tráfico de drogas; Sousa na lista

Na época, o coronel José Almeida Rosas, então comandante do policiamento da região metropolitana do Sertão da Paraíba, disse que os agentes facilitavam a saída de presos até para cometer homicídios

Agentes acusados de facilitarem entradas de drogas e saídas de presos para práticas de homicídios em presídios de Sousa, Patos, Cadeia Pública de São Bento, São José do Egito/PE, foram exonerados em ato do Governo do Estado da Paraíba, edição do Diário Oficial desta quinta-feira (24).


Os acusados foram presos em 2012 na batizada de Operação Hidra um animal da mitologia grega com várias cabeças de serpente, sendo uma delas imortal e corpo de dragão e, como a criminalidade oriunda dos presídios tinham várias cabeças recebeu esse nome.

Os nomes dos Agentes exonerados são:

- Denis Pereira Januário, Emmanuel Nunes de Oliveira, Estenio da Nóbrega Dantas, Fábio Miguel Lopes e Wigner Leite dos Anjos.

Na época, o coronel José Almeida Rosas, então comandante do policiamento da região metropolitana do Sertão da Paraíba, disse que os agentes facilitavam a saída de presos até para cometer homicídios, tanto na Paraíba como em Pernambuco. Nas investigações, policiais filmaram os agentes penitenciários escoltando presos para praticarem os assassinatos.

Repórter PB

Destaques