Riacho dos Cavalos

Mulher contrai raiva humana depois de ser mordida por raposa no sertão do estado

No dia 9 de abril, a mulher procurou uma Unidade Básica de Saúde e não tinha registro de cuidados após ter sido ferida.

A Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba confirmou um caso de raiva humana. O primeiro desde 2015, quando foi registrado um caso em Jacaraú. Uma idosa de 68 anos, de Riacho dos Cavalos, Sertão paraibano, foi mordida na mão por uma raposa, no dia 8 de abril deste ano, tendo que amputar parte do membro.

Segundo informações, o resultado do exame laboratorial foi dado nessa quarta-feira (24) pelo Instituto Pasteur, com resultado detectável (com variante viral característica canídeos silvestres).

No dia 9 de abril, a mulher procurou uma Unidade Básica de Saúde e não tinha registro de cuidados após ter sido ferida.

Então, no dia 10 de junho, ela foi internada no hospital de Catolé do Rocha, com sintomas de raiva humana. Ela tinha disfagia, espasmos, desorientação e agitação psicomotora. No mesmo dia, ela foi transferida para o Hospital Universitário Lauro Wanderley, o HU de João Pessoa, referência no tratamento do caso.

Foi coletado material para exame em laboratório de referência, com confirmação obtida ontem.

A mulher está internada em estado grave, porém estável, entubada. Segundo a nota da SES, “mesmo com sedação apresentou movimentos de membros, espasmos e disautonomia.”

Com o Click PB.

Repórter PB

Destaques