pombal

Agora é lei: Procissão do Rosário de Pombal está incluída no Calendário Turístico e Cultural da PB

Lei nº 11.557, de autoria da deputada Pollyanna Dutra, foi sancionada nesta terça-feira (10)

A Procissão do Rosário de Pombal agora faz parte do Calendário Turístico e Cultural do Estado da Paraíba. A lei nº 11.557, de autoria da deputada Pollyanna Dutra, foi sancionada pelo governo do estado e divulgada no Diário Oficial desta terça-feira (10). A partir de agora, Pombal está em destaque na rota turística e cultural do estado.

Conforme Pollyanna Dutra, o turismo da Paraíba não pode ser só de sol e mar. Para Dutra, é necessário levar ao conhecimento de todos as riquezas existentes no interior do estado. “Nossas cidades do interior do estado têm muito a contar. Precisamos contar essa história, a rica história dos paraibanos, e mostrar que nosso turismo não é só de sol e mar”, comentou.

Pollyanna Dutra ainda reforçou a importância da Procissão do Rosário para a história da Paraíba. “A procissão do Rosário de Pombal é secular e é tombada como patrimônio imaterial do estado. A igreja do Rosário tem quase 300 anos, foi construída por índios, escravos e homens livres em 1721, e a procissão lá realizada é a mais antiga do estado da Paraíba. É um reconhecimento mais que merecido. Nada mais justo, em face a toda essa história, do que colocarmos essa festa no calendário turístico da Paraíba”, complementou.

Além da lei nº 11.557, também foi sancionada nesta terça-feira a lei nº 11.553, que classifica Sousa como município de interesse turístico da Paraíba, também de autoria da deputada Pollyanna Dutra.


Tradição e Igreja do Rosário

Conforme registros históricos, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Pombal, antes de ser assim chamada, foi edificada como uma pequena capela sob o nome de Nossa Senhora do Bom Sucesso. Na sua construção, houve a participação de escravos, índios e homens livres, sendo esta a maneira mais direta de consolidar a religião entre os habitantes da região. Nas suas paredes, fortes traços do movimento Barroco Colonial podem ser observados.


A igreja do Rosário é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (IPHAEP). Sua preservação é definida por lei. Hoje, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Pombal é um marco histórico do primeiro núcleo colonial do Sertão da Paraíba. A igreja, que foi um marco da colonização do Sertão Paraibano, e foi construída em pedra e cal, mantém seu interior todo original, com retábulos em madeira dourada e policromada nos estilos barroco e rococó.


A Festa do Rosário de Pombal é a maior festa religiosa e sócio-cultural do alto sertão da Paraíba. Durante a festa, são resgatados alguns elementos da cultura nordestina como os Reisados, os Negros dos Pontões, os Congos, as feiras entulhadas de povo e vendedores de folheto, bonecos de barro e artesanatos. Toda esta riqueza merece estar inserida no Calendário Turístico e Histórico do Estado.

Repórter PB

Destaques