Campanha

Biblioteca Municipal de Lastro é revitalizada voluntariamente; Veja

A ação idealizada por Victon Alexandre foi finalizado no último dia 5 de outubro, contando com a participação de vários jovens da comunidade.

O pré-candidato a vereador na cidade de Lastro-PB Victon Alexandre de Sousa, de 24 anos de idade estudante de Administração da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), aluno do RenovaBR, selecionado entre mais de 31 mil inscritos de todo o país e o único representante do Sertão da Paraíba, o mesmo idealizou uma campanha de revitalização da Biblioteca Pública Municipal de Lastro-PB como parte de uma atividade prática do programa RenovaBR Cidades denominada “Renovar o Brasil”.

O curso de política do RenovaBR, visa capacitar cidadãos de todas as regiões do país para concorrerem às Câmaras Municipais e às Prefeituras. No ano passado foram capacitados 133 cidadãos comuns, dos quais 17 se elegeram parlamentares. O curso trata de temas, como: ética, liderança, saúde e educação.

A ação idealizada por Victon Alexandre foi finalizado no último dia 5 de outubro, contando com a participação de vários jovens da comunidade. O projeto consistiu na revitalização da Biblioteca Pública de Lastro-PB e em uma campanha de arrecadação de livros. A realização da reforma se deu sem nenhuma ideologia ou viés político, com a ajuda dos voluntários, tanto na mão de obra, quanto no financiamento do material de construção que foi feito através de financiamento virtual. “Conseguimos formar um grupo de pessoas, que mesmo com as diferenças, nos unimos em um processo de melhoria da nossa cidade, com a vontade de servir e em defesa do bem comum. Obrigado de coração a todos!” (Victon Alexandre).

Perguntado por que a vontade de candidatar-se a vereador o mesmo proferiu a seguinte fala, “infelizmente na nossa cidade existe um ciclo vicioso, onde, só quem consegue se eleger para um mandato de vereador ou prefeito são pessoas advindas de famílias tradicionalmente políticas ou com recursos financeiros suficientes para adquirir votos por meios antidemocráticos. Além disso, há uma crise de representatividade na política local, principalmente em se tratando da câmara de vereadores. Diante disso, faz-se necessário um projeto que coloque a população a frente do debate público, preferencialmente aquelas pessoas que mais necessitam de políticas públicas eficientes”.

Repórter PB

Destaques