interior

Denúncia contra Licitação dos Transportes Escolares em Cajazeiras foi considerada parcialmente procedente

A denúncia formulada por Anderson Campos de Oliveira, representante da empresa LEV CAR Comércio de Veículos LTDA contra o prefeito de Cajazeiras

A denúncia formulada por Anderson Campos de Oliveira, representante da empresa LEV CAR Comércio de Veículos LTDA contra o prefeito de Cajazeiras, José Aldemir Meireles de Almeida, a respeito de supostas irregularidades relativas ao procedimento licitatório na modalidade Pregão Presencial nº 005/2018, cujo objeto foi a contratação de serviço de transporte escolar, com a utilização de micro ônibus, vans, utilitários e similares com combustível, manutenção corretiva e preventiva, com condutor incluso para atender 35 rotas, nos horários e locais constantes do edital, para 210 dias letivos foi julgada em parte pelo TCE procedente, depois determinou arquivamento por perca do objeto.

A Lide referia-se ao exercício de 2018, e na sessão da 2ª Câmara do TCE do dia 18 de dezembro de 2018 foi ao pleno para conhecimento dos conselheiros.

Somente nesta terça-feira (19), que o TCE publicou o Acórdão para conhecimento público.

Repórter PB

Destaques