Sertão do Estado

Hospital do Bem amplia atendimento aos pacientes com câncer

No período de setembro de 2019 a agosto de 2020, a unidade realizou 5589 consultas e entre setembro de 2020 e agosto deste ano, foram 7749

Mesmo vivenciando os reflexos da pandemia do Covid, o Hospital do Bem - unidade de Oncologia do Sertão, que integra o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro (CHRDJC), de Patos, conseguiu ampliar o atendimento aos pacientes oncológicos do sertão, aumentando em 50% a realização de sessões de quimioterapia e em 39% a quantidade de consultas. 


No período de setembro de 2019 a agosto de 2020, a unidade realizou 5589 consultas e entre setembro de 2020 e agosto deste ano, foram 7749. De setembro a agosto de 2020, foram 2190 sessões de quimioterapia e entre setembro do ano passado e agosto deste ano, esse quantitativo subiu para 3275. Este mês, marca três anos de funcionamento da unidade e para marcar a data haverá Rodas de Conversa sobre Medicina, Enfermagem, Farmácia, Psicologia e Nutrição, todas com foco no atendimento e necessidades do paciente oncológico. 

Mas a comemoração maior desta unidade é poder propiciar um atendimento e tratamento de qualidade aos pacientes com câncer no sertão. E os dados comprovam tudo isso. Em três anos, o Hospital do Bem realizou 16.788 consultas, 6.208 sessões de quimioterapia, 1.465 cirurgias e ainda 1.074 internações. De setembro de 2018 a agosto deste ano, além das sessões de quimioterapia, das consultas ambulatoriais, dos internamentos e das cirurgias, a unidade também realizou 254 punções de mama, 156 biópsias de mama, 202 biópsias prostática, 106 biópsias de pele, 14 biópsias de ovário e 216 biopsias de colo uterino. Durante toda a pandemia, o hospital não suspendeu os atendimentos e manteve os serviços sem alteração, obedecendo a todas as orientações sanitárias e ainda redobrando os cuidados por causa da baixa imunidade dos pacientes que se tratam de câncer.

O diretor geral do Complexo, Francisco Guedes, lembra a importância do Hospital do Bem e do quanto a disponibilidade de serviços oncológicos no sertão mudou a rotina, para muito melhor, dos pacientes do interior. “Nossos protocolos são os mesmos dos melhores hospitais referência para pacientes com câncer do país, nossa equipe multiprofissional é bastante competente e comprometida e nossa estrutura também é muito boa”, destacou o diretor. Além disso, outro grande diferencial da unidade é o atendimento humanizado. “A dedicação e carinho dispensados aos pacientes pela equipe da unidade é outro diferencial que contribui com o sucesso do tratamento e os nossos pacientes são o melhor testemunho disso”, reforçou Francisco.

O diretor lembrou ainda que antes do Hospital do Bem, os pacientes oncológicos do interior viviam uma dura rotina de ter que se deslocar cerca de 350 km até a Capital ou Campina Grande, para realizarem seus tratamentos. “Isso não mais acontece, pois com a disponibilidade dos serviços oncológicos de média e alta complexidade em Patos, esse tratamento é feito mais próximo da residência dos pacientes, o que impactou positivamente na melhoria da qualidade de vida dessas pessoas”, reforçou Francisco.

A oncologista do Hospital do Bem, médica Nayarah Xavier, que acompanha a rotina da unidade desde o começo, destaca a satisfação e alegria de acompanhar tantos casos de cura ao longo destes três anos e da felicidade de ver que o Hospital do Bem cumpre o seu papel. “Comemorar os três anos de existência do Hospital do Bem é celebrar a vitória do povo paraibano e, sobretudo, do sertão, em relação à conquista do tratamento oncológico na região, o que significa melhor adesão, melhor evolução do quadro e acolhimento emocional em todos as nuances de nossos pacientes. Me sinto honrada em fazer parte desse time que é modificador de histórias e de uma iniciativa vencedora, tendo em vista todas as histórias de sucesso que temos nesses três anos de prestação de serviços”, disse a médica.  

Sobre o Hospital do Bem - O Hospital tem atendimento ambulatorial, tratamento quimioterápico e cirúrgico, para quatro tipos de câncer: pele, próstata, mama e colo de útero.  A unidade tem 25 leitos e uma sala de quimioterapia com capacidade para atender dez pacientes simultaneamente. Prioritariamente, os serviços do Hospital do Bem são direcionados para a população dos  municípios que compõem a 3ª macrorregião de saúde do Estado e os pacientes ainda dispõem de um Centro de Diagnóstico, que funciona todos os dias e está instalado dentro do Complexo Hospitalar de Patos, com a disponibilidade de exames de ultrassonografia com Doppler, tomografia, colposcopia, colonoscopia, endoscopia, eletrocardiograma e Raios-X. Há ainda um laboratório de análises clínicas próprio que funciona 24h.

Repórter PB

Destaques