Evento

Saúde realiza Seminário de Apoio Institucional às Comissões de Intergestores Regionais

O evento teve a parceria do Conselho de Secretários Municipais da Paraíba (Cosems).

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizou, nesta segunda-feira (2), o Seminário de Apoio Institucional às Comissões de Intergestores Regionais (CIR). A agenda aconteceu no auditório do Centro de Formação de Educadores, em Mangabeira, e teve como público gestores municipais de saúde, apoio institucional da SES, apoio técnico e gerentes regionais. O evento teve a parceria do Conselho de Secretários Municipais da Paraíba (Cosems).

A CIR é uma comissão formada por secretários de saúde municipais que se articulam para pensar e levar melhorias para uma determinada região. A secretária executiva da CIB, Débora Gomes, explica que o seminário foi realizado para a SES demonstrar que vai apoiar para que as reuniões da comissão tenham mais suporte técnico e as discussões consigam fluir melhor.

“Durante toda a manhã apresentamos os pontos de destaque do regimento interno único da CIB e da CIR. No estado, temos 16 CIR que correspondem a cada Região de Saúde. A partir de agora, dois membros da Secretária de Estado participarão ativamente desses encontros, em cada região, como apoio institucional. Hoje, aqui, apresentamos a portaria dessas 32 pessoas”, destaca.

A secretária executiva de Saúde da Paraíba, Renata Nóbrega, afirma que o evento traz como norte a apresentação do novo regimento único da CIR e CIB, além da discussão que vai pautar e organizar os processos de trabalho das regiões de saúde a partir de 2020. “Isso traz relevância no fortalecimento da regionalização a partir do que já foi construído dos planos regionais integrado, dos planos por macrorregionais de saúde que nós já estamos pautando também e traz todo esse processo de que a região de saúde saiba qual sua necessidade, planeje sua necessidade e traga como encaminhamento para reunião da CIB essa discussão”, completa.

A presidente do Cosems, Soraya Galdino, reafirma a importância da parceria do Conselho com a SES e destaca o fato de Estado e Municípios andarem de mãos dadas na saúde, fortalecendo as regiões e a Paraíba como um todo. “O SUS só se constrói de forma descentralizada e regionalizada. A gente considera de grande importância esse evento”, ressalta.

Na programação da tarde, mais debates e diálogos foram realizados para tirar as dúvidas restantes sobre o apoio. Dando seguimento, no local também aconteceu a última reunião ordinária da Comissão de Intergestores Bipartite do ano, onde foram deliberadas e aprovadas ações para a saúde publica na Paraíba como a introdução da vacina contra a febre amarela na rotina do calendário vacinal do estado.

Repórter PB

Destaques