Metade da população de Salvador já foi imunizada contra a febre amarela

Mesmo sem nenhum caso de febre amarela em moradores da região, a campanha de vacinação contra a doença continua na cidade de Salvado

Mesmo sem nenhum caso de febre amarela em moradores da região, a campanha de vacinação contra a doença continua na cidade de Salvador. A mobilização começou no dia 19 de fevereiro e vai até o dia nove de março. Dentro do período da campanha de vacinação, foram aplicadas pouco mais de 13 mil doses na população não imunizada. Mesmo assim, a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, comenta que metade da população ainda necessita se vacinar.

 

O Coordenador de Imunização do Estado da Bahia, Ramon Saavedra, comenta que ações ainda estão sendo ajustadas para que as vacinas possam chegar a quem precisa se imunizar. “Oferecer a vacina para além da vacina dada no posto de saúde no horário de expediente comercial. Tentar vacinar casa a casa, fazer postos volantes de vacina em áreas estratégicas como shopping centers e mercados”, disse Ramon.

Apesar de Salvador ter mobilizado a população para se imunizar contra a febre amarela, boa parte dos moradores ainda não foi às unidades de saúde para tomar a vacina. Com uma população de mais de dois milhões e quinhentos mil habitantes, a expectativa era atingir cerca de 1,2 milhão de pessoas.

O balanço feito pela Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, porém, aponta que apenas quatro mil doses foram aplicadas no último fim de semana. Mesmo assim, a cobertura vacinal na capital atingiu 56,4% da população. A subcoordenadora de imunização de Salvador, Doiane Lemos, reforça que os baianos devem procurar as unidades de saúde o quanto antes. “Metade da população vacinada é um contingente significativo a vacinar. Então por isso a importância”, diz Doiane.

PRIMEIRA IMUNIZAÇÃO

O professor de história, Henrique Silva, de 28 anos, se vacinou recentemente contra a febre amarela. Morador do Bairro de Cabula, ele comenta que a mãe, que trabalha na área da saúde, lembrou de algumas vacinas que ele precisava atualizar. Com isso, Henrique foi à unidade de saúde da região em que vive e se imunizou.
Ele convida a população que ainda não se vacinou, a comparecer aos postos de saúde. “Queria convidar o povo de Salvador, soteropolitanos, para ir aos postos de saúde para a campanha da febre amarela, para poder se prevenir e evitar o contágio da doença, né? A única forma de evitar a doença da febre amarela é a vacinação”, comenta o professor.

Busque um posto de saúde e realize a prevenção contra a doença. A meta é de ainda vacinar cerca de 1,8 milhão de pessoas, até o final da campanha de vacinação contra a febre amarela. No Bairro Cabula, por exemplo, basta você ir à unidade da Rua Pernambuco, Tancredo Neves. Ao todo, são 51 pontos de vacinação espalhados pelos bairros de Salvador. Um deles fica localizado no bairro Cabula, na Rua Pernambuco, Tancredo Neves. O horário de funcionamento da unidade é de oito horas da manhã, até às cinco horas da tarde, de segunda à sexta. Para saber mais, acesse saude.gov.br/febreamarela.

#febreamarela

Repórter PB
Repórter PB

Comentários

Aviso legal: Todo e qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB , não reflete a opinião deste site ou de seus autores e são de inteira responsabilidade dos leitores que publicarem.

Destaques