Segurança

Polícia Civil reforça combate a violência doméstica na Paraíba; veja

No ano passado, a quantidade de inquéritos instaurados chegou a 2.750, com 3. 517 pedidos de medidas protetivas atendidos pela Justiça

Entre janeiro e fevereiro deste ano, 411 inquéritos policiais foram instaurados pela Polícia Civil da Paraíba para apurar crimes de violência doméstica no Estado. Além de investigar as denúncias, a corporação formalizou 610 pedidos de medidas protetivas em favor das vítimas. Os dados foram divulgados na tarde desta quarta-feira (3) pelo Núcleo de Análise Institucional e Criminal da Polícia Civil (NAIC-PC).

No ano passado, a quantidade de inquéritos instaurados chegou a 2.750, com 3. 517 pedidos de medidas protetivas atendidos pela Justiça. Os números são resultado de ações intensas da Polícia Civil com objetivo de combater a violência doméstica na Paraíba.

Os trabalhos foram intensificados durante o período da pandemia causada pelo novo Coronavírus (Covid-19). A doença obrigou governos a adotarem o isolamento social, como forma de prevenção. Mas resultou na maior convivência entre vítimas e agressores no mesmo ambiente, possibilitando a ocorrência de agressões.

Para permitir que a vítima faça a queixa sem sair de casa, a Polícia Civil da Paraíba ampliou os serviços da delegacia online (www.delegaciaonline.pb.gov.br). Através da internet, é possível solicitar medidas protetivas e comunicar os casos que não se tratam de violência física ou sexual.


Repórter PB

Destaques