Ruralidade

Estado estimula comercialização de produtos da agricultura familiar na Paraíba

Entre as frutas mais comercializadas estão abacaxi, laranja, goiaba, coco e caju.

Numa ação do Governo do Estado, por meio da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), agricultores familiares seguem comercializando seus produtos, apesar dos impactos gerados pela pandemia da Covid- 19, que tem trazido grandes mudanças na relação agricultor, consumidor e assistência técnica rural. Tomando todas as precauções recomendadas pelas autoridades de saúde na prevenção do contágio da doença, a comercialização acontece por meio das redes sociais e pelas feiras do agricultor da Empaer, espalhadas em vários municípios do Estado.

De acordo com o diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural da Empaer, Jefferson Morais, a empresa tem intensificado o planejamento dos agricultores no tocante à produção agrícola. Um exemplo é a fruticultura, que tem se destacado com vendas garantidas na Paraíba, em estados vizinhos e no exterior. Entre as frutas mais comercializadas estão abacaxi, laranja, goiaba, coco e caju.

O sistema de produção adequado, o beneficiamento e os ensinamentos de boas práticas têm contribuído para alavancar, também, a venda dos produtos da agroindústria e, com isso, aumentar a renda dos agricultores familiares. Para facilitar o acesso do agricultor ao mercado, a Empaer busca contato permanente com os órgãos reguladores a fim de formalizar o credenciamento desses empreendimentos.

Otimista, Jefferson Morais adiantou que a safra agrícola deste ano será recorde. Ele afirma que “mesmo diante da pandemia, conseguimos intensificar a produção de grãos, de hortifrutigranjeiros e de criações, atendendo nossos agricultores de forma remota”.

Repórter PB

Destaques