Edição 2019

FCJA inicia edição 2019 do projeto “A Escola vai à Fundação Casa de José Américo” e forma professores

O encerramento aconteceu no auditório

Cerca de 50 professores da rede pública estadual participaram, nessa terça-feira (20), da formação para edição 2019 do projeto “A Escola vai à Fundação Casa de José Américo”, idealizado por uma equipe da FCJA, cuja execução conta com a parceria da Secretaria de Estado da Educação. O objetivo é transformar os professores em agentes multiplicadores das ações educativas culturais junto aos alunos.

A programação iniciou às 8h30, com apresentação de um vídeo institucional e explanação geral do projeto pela presidente da Fundação Casa de José Américo, professora Viviane Vieira Coutinho, e pelas professoras Janete Rodriguez e Lúcia Guerra, respectivamente diretoras do Museu Casa de José Américo e do Departamento de Documentação e Arquivo. A seguir, houve visita guiada ao Museu, Hemeroteca e Arquivo dos Governadores.

O encerramento aconteceu no auditório, no final da tarde, quando houve avaliação e sugestões dos professores para o aperfeiçoamento das atividades com os alunos. A presidente da Fundação Casa de José Américo, professora Viviane Vieira Coutinho, destacou o aumento dos professores na formação, este ano, e observa que a tendência é melhorar o sucesso do projeto.

Os professores avaliaram de forma positiva a participação no evento. A professora Edvânia Maria Pinto disse que já considerava a importância da história política e literária de José Américo de Almeida, mas que agora acrescentou o conhecimento humanitário de uma pessoa que contribuiu para amenizar a seca quando foi ministro. Para o professor Felipe Cardoso, natural do Rio Grande do Norte, e radicado na Paraíba por apenas dois anos, foi uma feliz oportunidade para conhecer in loco e melhor ter condições de retransmitir aos alunos.

Repórter PB

Destaques