denúncia

Deputado denuncia engavetamento de obras do HU do Sertão

O HU do Sertão foi projetado para operar 200 leitos, além de UTI Neonatal e adulta.

Projeto do Hospital, que geraria mais de mil empregos em Cajazeiras, jamais foi entregue e recursos de emendas também não têm destinação transparente.

O deputado Júnior Araújo (Avante) denunciou hoje na tribuna da Assembleia Legislativa que está em curso uma ação de engavetamento do Hospital Universitário do Sertão – obra orçada em R$ 169 milhões de reais com potencial para gerar mais de mil empregos na região de Cajazeiras.

“Nossa cidade assiste, neste instante, seu sonho de se transformar no terceiro polo de saúde do Estado ser sabotado com a perda do Hospital Universitário do Sertão, que está nos escapando de forma sorrateira e misteriosa”, alertou Júnior Araújo.

O deputado revelou que o projeto da obra, contratado junto ao escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos e que custou R$ 4 milhões, jamais foi entregue.

A obra também já teria recebido R$ 25 milhões em emendas destinadas pela bancada paraibana no Congresso Nacional.

“Onde está o projeto? Onde estão os recursos das emendas?”, questionou Júnior Araújo, cobrando explicações da reitoria da universidade.

O deputado pediu união da bancada do Sertão na AL e de deputados federais e senadores paraibanos para impedir que o Hospital Universitário seja definitivamente engavetado.

“Um projeto que significa não só a amplificação dos serviços de saúde na região, mas também injeção importante de ânimo econômico na nossa cidade”, destacou.

O HU do Sertão foi projetado para operar 200 leitos, além de UTI Neonatal e adulta. O equipamento também é estratégico para formar e absorver a mão de obra que está sendo preparada nos novos cursos de medicina criados no interior do País.

Repórter PB

Destaques