administração

Radialista constata sucateamento de ônibus, máquinas, e ambulâncias em Cajazeiras; “É um tapa na cara da sociedade”; Vídeo

Ônibus parados, se acabando ao sol, representa “um tapa na cara da sociedade. Vão dizer o quer para a sociedade? É uma vergonha! Ônibus Escolares parados”

A Radialista, Goreth Videres, visitou a garagem municipal de Cajazeiras, e constatou vários ônibus escolares parados, outros sucateados, “enquanto alunos da zona rural precisam de ônibus”.

Conforme a profissional de Imprensa Cajazeirense, aquela cena dos ônibus parados, se acabando ao sol, representa “um tapa na cara da sociedade. Vão dizer o quer para a sociedade? É uma vergonha! Ônibus Escolares parados”.



Outra constatação foi referente a uma Máquina Catrepillar, e um Trator com pneus mochos, parados, o que poderiam está sendo usados para a recuperação de estradas e rodagens, e melhorias de Ruas, e Avenidas do Município, estão virando sucatas e ferro venho. “Isso aqui é dinheiro público”, completou.

De acordo com a Radialista, os representantes da Prefeitura querem proibir de filmarem o considerado “absurdo”, “vergonha”, descaso com o dinheiro da sociedade cajazeirense para não revelar uma má administração do Prefeito Zé Aldemir.



Outra constatação foi as imagens mostrarem Ambulâncias que deveriam estar nas Ruas, socorrendo o povo doente, paradas, abandonadas, também na garagem municipal, sem utilidade alguma.

A Radialista, Goreth Videres disse que são sete ambulâncias sucateadas, deixando de atender ao povo na Administração de Zé Aldemir em Cajazeiras. “Olha isso aqui! Está abandonada Cajazeiras. Olhe o pneu. As ambulâncias eram para estar nas ruas, e não na coragem”, ressaltou.



Conforme a Radialista, há uma perseguição implacável por parte do Prefeito Zé Aldemir a membros da Imprensa Cajazeirense que ousa em denunciar os fatos da Gestão, mas Goreth Videres lembrou que é papel do profissional apresentar os fatos reais a população que já paga seus impostos suados, e agora constata in loco absurdos de abandonado, e desprezo administrativo.



A reportagem ainda não conseguiu ouvir a versão da Prefeitura sob o assunto.

Leia o que a Radialista escreveu na rede social

S.O.S !!!
CAJAZEIRAS PEDE SOCORRO 
O descaso da atual administração é grande...

A cidade encontra-se abandonada, ruas esburacadas, lixo nas ruas, ambulâncias, carros e ônibus comprados com dinheiro público, abandonados, se deteriorando ao longo do tempo.

Educação, saúde e infraestrutura totalmente abandonados pela atual administração.



“Quando não temos pra quem recorrer, colocamos em rede social na esperança que alguém possa nos ajudar principalmente o Ministério Público. Estamos preocupados, uma cidade linda sendo praticamente destruída. Vamos lá: Os comércios estão fechando, os que restam pouco se vende ou quase falindo, jovens e adultos indo embora, mudando pra outras cidades, postos de saúde sem remédios, ruas só buracos, matos e lixo, o cemitério um total abandono, escolas abandonadas e nem aulas tem, a criminalidade aumentando, não tem ocupação para os jovens e cursos profissionalizantes. Pessoas dormindo nas calçadas, falta fiscalização, as festas e comemorações principais do Município não é feita mais, a prefeitura abandonada, o prefeito não dar expediente na prefeitura e em lugar nenhum, funcionários sem salários , greve da educação , descaso total com os funcionários, falta gasolina para muitos serviços necessários e sobra para banais, ninguém quer investir na cidade, a população está revoltada com tanto descaso, tudo por falta de uma boa administração. Só defende este prefeito quem não ama nossa cidade. QUEM AMA CUIDA, BUSCA, CONSTRÓI, CATIVA, DEFENDE, LUTA, VALORIZA... O discurso dele ... eu fiz isso fiz aquilo, estamos trazendo verbas!

Se não fez a culpa não é nossa, acredito que ele esteja se sentindo “SEGURO" para estar agindo desta forma, com uma câmara que está deixando ele ainda mais seguro. Aqui está uma cidade quase sem esperança. Por favor autoridades muda este quadro só quem está perdendo somos nós.

ASSISTA VÍDEO

Repórter PB

Destaques