Sousa/PB -
CID Z76.5

PF deflagra Operação para apurar falsidade documental no Ceará e na Paraíba

Servidor público teria falsificado atestados médicos para justificar faltas ao trabalho.

Da Redação Repórter PB

23/02/2024 às 11:00

Imagem Operação para apurar falsidade documental

Operação para apurar falsidade documental ‧ Foto: Divulgação

Tamanho da fonte

A Polícia Federal deflagrou a Operação CID Z76.5, nesta quinta-feira (22/2), com o objetivo de instruir investigação acerca de falsidade documental perpetrada por servidor público federal. Um mandado de busca e apreensão deferidos pela Justiça Federal em Fortaleza/CE está sendo cumprido em João Pessoa, na Paraíba.

Foram apurados indícios de crimes de falsidade documental, uso de documento falso e estelionato qualificado por um investigado técnico judiciário, lotado no Tribunal Regional Eleitoral em Fortaleza/CE, com uso de atestados médicos falsos para se ausentar do trabalho ilicitamente. Após comunicação do TRE-CE, foram realizadas investigações pela PF, com apreensão de aparelhos celulares e computador do investigado.

As penas dos crimes investigados podem chegar a 11 anos de prisão. O nome da operação remete aos indícios apurados no inquérito policial de simulação de doença por parte do servidor público.

Fonte: Repórter PB

Ads 728x90

QR Code

Para ler no celular, basta apontar a câmera

Comentários

Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.