manifestação

Popular conta versão do momento que Juiz Sousense manda lhe prender em manifestação na BR 230

Repercute em toda a Paraíba, vídeo aonde mostra a prisão do popular, Valtemir Noía, 47 anos

Repercute em toda a Paraíba, vídeo aonde mostra a prisão do popular, Valtemir Noía, 47 anos em uma manifestação de caminhoneiro na BR 230, divisa de Sousa e Marizópolis na manhã desta quinta-feira (24).

As imagens revelam o Juiz da 5ª Vara da Comarca de Sousa, e de São João do Rio do Peixe, Dr. Agílio Tomaz Marques dando voz de prisão ao manifestante, e chamando a Polícia Militar para conduzi-lo a Delegacia.

De acordo com a versão do popular, Valtemir Nóia, ele se encontrava organizando o trânsito para passagem de veículos interditado pela manifestação dos caminhoneiros.

Do lado da margem pista estariam dois caminhões tanques cheios com gasolina. Nóia contou que percebeu um veículo se aproximar rapidamente, e ele pediu para diminuir a velocidade com gestos, mas, observou que o condutor não iria ter tempo para frear durante a passagem, “ foi aí que me esquivei para me livrar do carro que poderia me atropelar, e meu capacete que estava no braço, acabou danificando o retrovisor do automóvel”, revelou.

Segundo Valtemir Nóia que se encontra detido na Delegacia em Sousa, até então sem saber quem era a pessoa, o motorista do Carro, teria parado, saiu do veículo com “voz alta, exaltado, me agrediu, e chamou a polícia militar que já se aproximava do local para me prender. Eu em todo tempo não reagi, só pedia calma”, contou.

Manifestantes que estavam no local gravaram em vídeo ação do Magistrado Dr. Agílio Marques que seguia sentido Sousa a São João do Rio do Peixe, e postaram nas redes sociais.

Valtermir Nóia permanece na Delegacia em Sousa, e será ouvindo pelo Delegado, Dr. Cláudio Bezerra durante a tarde.

No tocante a versão do Juiz, Dr. Agílio Marques, a reportagem ainda não conseguiu localizar.

 

Repórter PB

Destaques