público

QUEDA DE BRAÇO – Entidade Municipalista exige afastamento do Policial que prendeu Prefeito acusado de desacato e embriaguez no Sertão

O caso da prisão do Prefeito do Município de Poço Dantas, José Gurgel Sobrinho está mexendo com as forças políticas de toda a Paraíba

O caso da prisão do Prefeito do Município de Poço Dantas, José Gurgel Sobrinho está mexendo com as forças políticas de toda a Paraíba.

Depois do “puxão de orelha” dado pela Caixa Beneficente dos Praças da Polícia Militar e Bombeiros da Paraíba a FAMUP que emitiu Nota sob o caso, “sem apurar os fatos”, agora é a vez da Associação dos Municípios do Sertão da Paraíba (AMASP), exigir a transferência do Sargento Duarte, em um ato de solidariedade ao Chefe do Executivo Poçodantense.

A Nota assinada pelo seu presidente, prefeito de Bom Jesus, Roberto Bayma, lamentou o episódio que terminou com o Prefeito de Poço Dantas na cadeia, ao tempo que exigi as autoridades da Polícia Militar a retirada do Oficial de suas funções no Município.

Consta no Boletim de Ocorrências que o Chefe do Executivo local, teria descido do seu veículo em uma Rua obstruída por outro Veículo cujo proprietária estaria no evento, e alterado, discutiu com o Comandante da Guarnição, Sargento Duarte, em seguida arremessou as chaves do seu veículo contra o rosto da autoridade, ainda lhe dirigiu com palavras impronunciáveis publicamente em total desrespeito ao representante da segurança pública.

O clima esteve tenso, até que o reforço de Cajazeiras chegou a Poço Dantas, e o Prefeito recebeu ordem de prisão, e foi recambiado a Delegacia de Uiraúna, lavrado um BO.

Repórter PB

Destaques