paraiba

Agricultores do Município de Aparecida no Sertão geram renda com fabricação de bolos e biscoitos

As mulheres agricultores começaram a implantação de uma cozinha para a fabricação de produtos, inicialmente, com apoio de entidades ligadas à Igreja

Depois de receber a assistência e o acompanhamento do Governo do Estado, por meio da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, a exemplo de boas práticas, um grupo de 13 mulheres agricultoras residentes no Assentamento Acauã, localizado no município de Aparecida, no Sertão, estão consolidando projeto na fabricação de seus produtos e já comercializam aos programas governamentais.

Utilizando espaço cedido pelo Instituto Beda, por meio do Projeto Ecofort, onde atuava um grupo de freiras integrantes da Comunidade Religiosa Irmãs da Sagrada Família, além da Comissão Pastoral da Terra, que encerraram suas atividades, as agricultoras iniciaram uma nova atividade montando estrutura para a fabricação de produtos originados da agricultura, com a inclusão ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

As mulheres agricultores começaram a implantação de uma cozinha para a fabricação de produtos, inicialmente, com apoio de entidades ligadas à Igreja, no entanto, somente em janeiro deste ano, após o apoio e o acompanhamento do Governo do Estado efetivado pela Empaer de Aparecida foi que se registraram as primeiras vendas e comercialização nas feiras livres. No momento, todo o recurso obtido é revertido na melhoria das condições das instalações.

Depois de terem conseguido instalar o forno e outros equipamentos seguindo todas as normas de fabricação, estão produzindo bolos e seis tipos de biscoitos. O grupo de mulheres envolvidas fez curso de boas práticas realizado pela extensionista social Ana Cristina da Silva Soares, sempre buscando a melhoria da qualidade dos produtos oferecidos aos consumidores.

A pequena indústria de fabricação de bolos e biscoitos funciona em três expedientes, conforme o tempo disponível de cada mulher, sendo grupos com quatro integrantes.

A Associação dos Agricultores do Assentamento Acauã é presidida pela agricultora Maria do Socorro Gouveia, que atua desde o início da implantação do assentamento, onde está localizada. Ainda quitando dívidas, as mulheres fabricantes de bolos de Acauã compraram forno industrial e estão buscando ampliar as atividades porque consideram que se trata de um negócio que está obtendo êxito.

“Trabalhamos como grupo de economia solidária, onde todos os recursos adquiridos com as vendas foram aplicados na implantação do projeto”, comentou Socorro Gouveia, revelando que a Empaer tem prestado uma boa contribuição ao projeto, e assessorando para a comercialização ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Para aproveitamento da produção de frutas da região, o grupo também produz polpa que abastece o mercado. As vendas para o Pnae são nas cidades de Aparecida e Sousa.

Repórter PB

Destaques