uiraúna

Auditoria constata irregularidade, e fixa prazo para defesa na Câmara de Vereadores em Uiraúna

O TCE, no entanto, resolveu fixar mais cincos uteis para que sejam sanadas as consistências, irregularidades encontradas na auditoria

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, resolveu fixar o prazo de cinco dias uteis para que o presidente da Câmara de Vereadores de Uiraúna, Marcelino de Lira Neto (Neto de Maro), devidas justificativas, ou correção das falhas, ou inconsistências apontadas pela Auditoria no relatório de análise preliminar dos balancetes.

O presidente do Legislativo Uiraunense, Marcelino de Lira Neto (Neto de Maro) suas contas passaram por uma auditória aonde foram encontradas várias irregularidades. Neto de Maro teve o prazo regimento para a defesa e não apresento.

O TCE, no entanto, resolveu fixar mais cincos uteis para que sejam sanadas as consistências, irregularidades encontradas na auditoria.

foto:cofemac

Repórter PB

Comentários

Aviso legal: Todo e qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB , não reflete a opinião deste site ou de seus autores e são de inteira responsabilidade dos leitores que publicarem.

Destaques