Tecnologia

Usuários elogiam sistema de consulta a laudos on-line do Hospital Metropolitano

Outro beneficiado pelo novo serviço foi o vendedor Ronaldo Gonçalves, 43 anos

O serviço on-line de consultas a laudos referentes a exames de imagem, realizados no Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, vem ganhando adesões de usuários além da expectativa, embora esteja em funcionamento há pouco mais de um mês. A nova ferramenta está disponível no site da instituição e por meio do login e senha – disponibilizados no momento do cadastro para realização do exame – o paciente passa a ter acesso ao resultado de qualquer localidade.

Um dos primeiros pacientes a ser cadastrado para o acesso on-line do resultado dos exames foi o pequeno Bernado Silva, de 1 ano. Sua mãe, Rafaella Silva, comentou sobre a facilidade do acesso ao resultado da tomografia realizada. “Eu achei um processo simples e rápido, além da praticidade, pois somos de Patos, uma cidade consideravelmente distante. Não precisar se deslocar até o Hospital Metropolitano para pegar o resultado facilita bastante. Quero agradecer ao hospital pela iniciativa”, declarou.

Já a aposentada Maria José Barbosa, de 63 anos, disse que as instruções recebidas pela recepcionista do CDI e as do ‘Guia Prático’, folder entregue para cada paciente no momento da admissão, foram fundamentais na hora de acessar o conteúdo. “Eu não sei usar o computador, mas a minha neta, de forma muito experta, pegou os papéis que eu recebi e com uma semana ela trouxe os resultados para mim. Achei muito moderno, assim como é tudo neste Hospital”, observou.

Outro beneficiado pelo novo serviço foi o vendedor Ronaldo Gonçalves, 43 anos. “Não é a primeira vez que faço exames no Metropolitano, porque tenho um problema na coluna e preciso de acompanhamento. Ter essa opção no serviço público é digno de aplausos. Eu acessei pelo celular e funcionou muito bem, é realmente simples”, frisou.

Mais de 600 acessos - O setor de Tecnologia da Informação vem realizando o acompanhamento do acesso à plataforma. Segundo o gerente de T.I, Rivaldo Pedrosa, neste primeiro mês de funcionamento foram registrados mais de 600 acessos. “Comemoramos o êxito deste serviço e temos visto a adesão dos usuários. O sistema não apresentou falhas”, afirmou.

“Conseguimos mensurar que os pacientes estão acessando os exames mais de uma vez, o qual consideramos positivo, pois este também é mais um recurso disponibilizado. Os nossos servidores têm a capacidade de armazenar os dados por longos anos. Através do login e senha, sempre que preciso, o usuário poderá acessar o laudo e as imagens do seu exame”, acrescentou o coordenador de Software, Pedro Glauco.

Para além da praticidade e comodidade aos pacientes, o diretor-geral da instituição, Antônio Pedrosa, frisou a economia tanto para a unidade hospitalar, bem como para os usuários. “Todos ganham com este serviço. A nossa instituição reduziu os custos de impressão e os pacientes ganharam economia no deslocamento até a nossa unidade para obter o resultado, como antes era feito. Estamos felizes com os depoimentos de quem fez uso do serviço e ficou satisfeito. A nossa meta tem sido alcançada”, pontuou.

O Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital Metropolitano atende pacientes dos mais de 200 municípios da Paraíba, para realização de exames, dentre os quais tomografia, ressonância magnética e ecocardiograma. “Além de atendermos a demanda interna do Hospital, nosso CDI recebe pacientes regulados de outras unidades hospitalares e municípios. Essa oferta de exames é regulada via Secretaria Estadual de Saúde. Os exames de imagens envolvem as mais diversas especialidades médicas, deste modo, contribuímos para os cuidados da saúde da população paraibana”, afirmou o gerente médico do CDI, Eduardo Costa.

Repórter PB

Destaques