Atividades

Metropolitano realiza ações de conscientização no dia da Cardiopatia Congênita

Os pacientes atendidos na instituição são regulados via Secretarias Municipais, em sintonia com o sistema de regulação do Estado.

Em alusão ao Dia Nacional de Conscientização da Cardiopatia Congênita, colaboradores que integram o grupo de humanização "Bate Coração", do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, realizaram, durante a manhã desta quarta-feira (12), atividades de conscientização, a fim de alertar sobre os cuidados e prevenção da patologia.

Com o recurso da musicalização os voluntários percorreram as enfermarias, ambulatório e Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) da unidade de saúde, nas quais pacientes e acompanhantes eram recepcionados com canções e posteriormente orientados sobre a Cardiopatia Congênita, uma anormalidade na estrutura ou função do coração que surge nas primeiras oito semanas de gestação quando se forma o coração do bebê, mesmo que descoberto anos mais tarde.

Para Daniele Silva, acompanhante e mãe de uma das crianças cardiopatas assistidas na unidade de saúde, a ação trouxe não só alegria, mas também um alerta bastante pertinente. “Foi lindo vê-los entrar aqui cantando e depois falar sobre um assunto tão importante. Minha filha passou por um procedimento cirúrgico semana passada; graças a Deus, estamos de alta hoje, mas os cuidados continuam. Eu descobri o problema dela durante o pré-natal, por isso alerto a todas as mães o quanto é importante cuidar desde cedo”, declarou.

De acordo com a diretora geral da unidade de saúde, Roberta Abath, ações como essas integram a Política de Humanização da instituição. “A experiência é voluntária e espontânea, realizada com muito amor por todos os funcionários, em prol da humanização no ambiente hospitalar. Sempre que o grupo realiza uma ação, outros funcionários também se interessam em participar. Amor e solidariedade só multiplicam. E o mais gratificante é ver a emoção no olhar dos pacientes e acompanhantes, o que também nos deixa emocionados” afirmou.

O grupo Bate Coração está completando um ano. De acordo com a voluntária Elara Leite, a data é celebrada com alegria.“Começamos no dia 12 de junho do ano passado, com a música que deu nome ao grupo: Bate Coração, de Elba Ramalho. A data é muito especial, já que também é o Dia Nacional de Conscientização da Cardiopatia Congênita, então temos por missão transmitir a mensagem sobre a importância de realizar um pré-natal adequado, além do acompanhamento pediátrico da criança para identificar qualquer problema no coração precocemente” pontuou.

Perfil – O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, localizado em Santa Rita, é a primeira unidade de saúde pública especializada em neurologia e cardiologia da Paraíba. Tem a capacidade de 226 leitos, sendo 60 de UTI, 11 salas de cirurgia e um moderno centro de diagnóstico por imagem. Os pacientes atendidos na instituição são regulados via Secretarias Municipais, em sintonia com o sistema de regulação do Estado.

Repórter PB

Destaques