Na Capital

Hospital Arlinda Marques torna-se referência em residências médicas e multiprofissionais na Paraíba

O Hospital já formou quatro turmas de profissionais nas duas especializações e mais duas estão em andamento

O Complexo de Pediatria Arlinda Marques tem sido cenário principal de dois Programas de sucesso: as Residências de Pediatria (Remep) e a Multiprofissional em Saúde da Criança (Remusc). O Hospital já formou quatro turmas de profissionais nas duas especializações e mais duas estão em andamento.

Os programas envolvem, desde 2014, médicos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas e nutricionistas na promoção de atributos que possibilitem o exercício profissional com excelência nas áreas de cuidado integral à saúde da criança e do adolescente. Todos os residentes envolvidos nessa pós-graduação lato sensu atuam de forma multiprofissional e interdisciplinar, visando à humanização e à integralidade do cuidado, fortalecendo assim a integração ensino-serviço-comunidade, mediante parcerias estabelecidas com a rede de serviços de saúde do SUS, o Centro Formador de Recursos Humanos da Paraíba (Ceforh-PB) e instituições de ensino.

A Residência Multiprofissional em Saúde da Criança (Remusc) tem como sede o Complexo de Pediatria Arlinda Marques, em João Pessoa, e o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita. Serão 13 vagas, distribuídas entre as categorias, sendo quatro para graduados em Enfermagem; duas para Farmácia; duas para Fisioterapia; uma para Fonoaudiologia; duas para Nutrição; uma para Psicologia e uma para Serviço Social.

Esta atuação multiprofissional vai além dos núcleos profissionais dessa residência, uma vez que há uma interação contínua, com experiências múltiplas, junto aos preceptores, tutores, docentes e demais profissionais da saúde, bem como com os residentes médicos em pediatria (Remep), interagindo e gerando produção técnica e científica de qualidade, tendo como cenário de base o Complexo de Pediatria Arlinda Marques.

Para o diretor geral da unidade, Cláudio Régis, as residências têm o papel fundamental de prover recursos humanos qualificados nas diversas áreas de atuação em saúde. “O ambiente assistencial, à medida que funciona juntamente com o ambiente acadêmico, tende a ter processos de trabalhos melhor desenvolvidos e mais precisos a partir dos protocolos que tendem a padronizar a assistência. Ganha a população e ganha a unidade de saúde”, pontua.

As inscrições para os programas de residência médica e multiprofissional em saúde da criança estão abertas até esta sexta-feira, 18 de janeiro. Todos os cursos começarão no dia 1º de março de 2019. Para as Residências Multi e Uniprofissional está sendo cobrada uma taxa de R$ 200 e para as Residências Médicas, R$ 300,00. As inscrições podem ser feitas no link https://moodle.saude.pb.gov.br/cadastro/formulario.php

Repórter PB

Destaques