Projeto

Saúde faz parceria com HCor de São Paulo e oferece curso para profissionais de 11 hospitais do Estado

O objetivo do PDG é favorecer a introdução de mudanças no enfrentamento dos problemas decorrentes da superlotação ou algo que esteja relacionado ao tema

Gestores de 11 unidades da Rede Hospitalar da Secretaria de Estado da Saúde (SES) se reuniram, nesta quinta-feira (11) pela manhã, com servidoras do Hospital do Coração (HCor), de São Paulo, no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, para apresentar os detalhes do Projeto de Desenvolvimento Gerencial (PDG) que será oferecido aos gestores e profissionais da Paraíba.

O objetivo do PDG é favorecer a introdução de mudanças no enfrentamento dos problemas decorrentes da superlotação ou algo que esteja relacionado ao tema. “Com este Projeto o HCor quer contribuir para a qualificação da linha de atenção aos pacientes agudos no ambiente hospitalar, no contexto da Rede de Atenção às Urgências”, explicou a gerente de Projetos de Gestão e Tecnologia do HCor, Giselda Monteiro.

A Paraíba é o 10º estado a participar do Projeto, que começa em outubro. Serão 210 horas/aula, composta por momentos presenciais e à distância. Serão seis oficinas, práticas integradoras, atividades no Ambiente Virtual de Ensino-Aprendizagem (AVEA), estudo autodirigido, duas oficinas de monitoramento do Plano Aplicativo e seminário final.

Na Paraíba serão 135 vagas para trabalhadores das 11 unidades hospitalares participantes do projeto: Edson Ramalho, Arlinda Marques, Hospital Regional e Maternidade Peregrino Filho, ambos de Patos, Hospitais Regionais de Cajazeiras, Sousa e Piancó, Traumas de João Pessoa e de Campina Grande, Hospital Metropolitano e Maternidade Frei Damião.

Para o diretor de Ensino do Hospital Metropolitano, Mário Toscano, a capacitação fará com que os colaboradores respondam pelos adventos nos hospitais. “Com isso, as unidades hospitalares oferecerão os melhores serviços possíveis. Com esse projeto, estaremos só começando, pois será constante o incremento dos serviços prestados à população”, falou.

Repórter PB

Destaques