Crise Imigratória

Papa receberá Macron no Vaticano para discutir imigração

Encontro está agendado para esta terça-feira (26)

O papa Francisco receberá no Vaticano, nesta terça-feira (26), o presidente francês, Emmanuel Macron, para discutir a crise imigratória na Europa. A reunião ocorre em um momento de troca de farpas entre os governos de Roma e Paris.

De acordo com a agenda, Jorge Mario Bergoglio deverá discutir com Macron a questão da hospitalidade aos imigrantes e a integração social, além de assuntos gerais como mudanças climáticas e a situação de cristãos no Oriente.

Macron deve chegar a Roma hoje à noite, mas não tem previsto nenhum encontro com as autoridades do novo governo italiano, formado pelos partidos de direita Liga Norte e Movimento 5 Estrelas (M5S), que se negam a receber mais imigrantes na Itália. O ministro do Interior, Matteo Salvini, proibiu que navios de ONGs que resgatam imigrantes no Mar Mediterrâneo desembarquem em seus portos, ocasionando uma crise entre os países europeus.

Macron, criticando a Itália, chamou a decisão de "cinismo e irresponsabilidade". Já Salvini, na sexta-feira passada, disse que Macron "se excede no champanhe". A reunião no Vaticano, no entanto, estava agendada antes da crise entre Paris e Roma se desencadear.

O Papa deverá receber Macron e sua mulher, a primeira-dama Brigitte, às 10h da manhã (5h no horário de Brasília). Depois, Macron terá uma conversa com a Comunidade de São Egídio e, enfim, irá à Basílica de São João de Latrão para receber um título de honra que, há 400 anos, é entregue a líderes de governo da França. Com informações da Ansa.

Repórter PB

Destaques