Homicídio

Dupla armada mata vereador a tiros em São José de Piranhas; Vítima foi o relator das contas que deixou inelegível ex-prefeito

O vereador ainda foi socorrido, mas acabou morrendo no Hospital Municipal de São José de Piranhas

O policial militar reformado e vereador da cidade de São José de Piranhas, Ronaldo Cunha (PC do B), de 40 anos, foi morto a tiros por uma dupla de moto que fugia de um assalto no bairro São Sebastião. A dupla foi presa minutos depois no sítio guaribas no município vizinho de Cajazeiras, onde tentavam se esconder após o crime.

De acordo com testemunhas, a dupla roubou a moto e na fuga acabou sofrendo um acidente próximo da casa do vereador, que de imediato tentou socorrer as vitimas e foi surpreendido pelos disparos.

O vereador ainda foi socorrido, mas acabou morrendo no Hospital Municipal de São José de Piranhas.

A Polícia Militar revelou a identidade da dupla. O menor A.D.B tem 16 anos e o maior de idade é Henrique Mendes Cordeiro, de 18 anos. Os dois estão presos e a disposição da Polícia Civil e da justiça.

Policiais acreditam que o Henrique Mendes que efetuou os disparos pode ter reconhecido o policial e com medo teria atirado.

Ronaldo Cunha estava no seu primeiro mandato de vereador e nesta quinta-feira (12) foi o relator das contas do ex-prefeito Domingos Neto (MDB). A Câmara Municipal acompanhou o TCE-PB e reprovou as contas do ex-gestor relativas ao ano de 2013. O ex-prefeito ficou inelegível por oito anos.

Resenha Politika

Repórter PB

Destaques