crime

Delegado pede prisão temporária de acusado de matar agricultora na Zona Rural em Aparecida

De posse de subsídios jurídicos que apontam autoria do crime de morte ocorrido durante essa sexta-feira (18),

De posse de subsídios jurídicos que apontam autoria do crime de morte ocorrido durante essa sexta-feira (18), s 23h no Assentamento Floresta, zona rural de Aparecida, o Delegado, Dr. Francisco Abrantes pediu a prisão temporária de Arthur Garrido da Silva, 33 anos.


O acusado teria assassinado a tiros de arma de fogo, sua companheira, identificada por Fabiana Ferreira da Silva, 30 anos, após uma discussão banal no Assentamento Nova Floresta, aonde residiam.

LEIA MAIS - Jovem é morta com um disparo de arma de fogo na cabeça, no município de Aparecida


O suspeito continua desparecido. O pedido de prisão temporária se encontra em análise na Comarca de Sousa.


Diligências seguem para parte da Polícia Civil para localizar e prender o suspeito.

Repórter PB

Destaques