Greve

Servidores que recebem acima do mínimo mantêm movimento desta quinta na Câmara e encerram semana com assembleia

Na sexta, 10, haverá assembleia na AABB, também a partir das 9h.

Os servidores que recebem acima do mínimo em Campina Grande encerram as paralisações da semana na Câmara de Vereadores, nesta quinta-feira, 09, a partir das 9h. Eles se concentraram no local mais uma vez na manhã desta quarta, 08, e protestaram novamente contra o descaso da maioria dos representantes do legislativo.

Na sexta, 10, haverá assembleia na AABB, também a partir das 9h, para avaliar o resultado da reunião que ficou agendada para a tarde desta quinta, entre o prefeito Romero Rodrigues e sua bancada, com a presença da presidente da Câmara, Ivonete Ludgério, para discutir a revogação da emenda que prejudica as verbas indenizatórias da categoria.

Também será pauta da assembleia o atraso no salário de grande parte dos servidores da saúde. "Os servidores enfrentam uma situação muito difícil, mas mesmo assim não têm espaço de fala na Câmara. Dizem que a Casa é do povo, mas como? Se o povo não pode falar? Então nós estaremos aqui de novo. Será um dia decisivo para a batalha dos trabalhadores", destacou o vice-presidente do Sintab, Giovanni Freire.

Relembre o caso – A luta dos servidores que recebem acima do mínimo diz respeito ao projeto de lei do prefeito Romero Rodrigues que concedeu o reajuste de 2% no salário destes servidores e em especial à emenda de autoria do vereador Alexandre do Sindicato,aprovada no dia 26 de junho, que, conforme já divulgado pelo Sintab, determina que o aumento não incide sobre as verbas indenizatórias, como quinquênio e horas extras. Desde então os servidores têm protestado contra o reajuste e contra a emenda e, além da luta política, se for necessário, o Sintab poderá entrar com ação judicial para barrar o projeto.

Repórter PB

Destaques