Combate

CNI lança campanha de mobilização contra a COVID-19

O presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, afirma que o objetivo é mostrar à população que a indústria está mobilizada para ajudar o país a enfrentar a situação.

“Vamos juntos superar essa crise – A indústria no combate à Covid-19”. Este é o tema da campanha lançada pelo Sistema Indústria para reforçar o posicionamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI), do Serviço Social da Indústria (SESI), do Servicio Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) no enfrentamento da pandemia de coronavírus.

O presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, afirma que o objetivo é mostrar à população que a indústria está mobilizada para ajudar o país a enfrentar a situação. “A indústria tem papel primordial na superação deste momento. Tanto na esfera produtiva quanto na articulação entre as entidades nacionais e federações de indústrias com o poder público”, explica.

Serão disponibilizadas cartilhas e material publicitário para utilização nas ações das federações das indústrias nos estados. A intenção é mostrar que a indústria tem condições de colaborar para minimizar os efeitos que o vírus causa no país.

Várias medidas já foram adotadas pelo Sistema Indústria. Uma delas, por exemplo, é a utilização de Centros de Inovação e Tecnologia do SENAI que vão atuar para desenvolver soluções no combate à Covid-19. Com as escolas fechadas, diversos cursos a distância também são disponibilizados gratuitamente. São mais de 100 mil vagas gratuitas para a população estudar onde e como quiser.

A CNI também encaminhou ao governo um conjunto de 37 propostas de medidas nas áreas de tributação, política monetária, financiamento, normas regulatórias e legislação trabalhista. As medidas são voltadas para o enfrentamento e a atenuação dos efeitos da crise econômica decorrente da pandemia de Covid-19.

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

 

Repórter PB

Destaques