Prejuízo

Eletrobras tem lucro de R$ 716 milhões no 3º trimestre

No consolidado em 9 meses, lucro líquido da estatal soma R$ 7,624 bilhões..

No terceiro trimestre de 2019, a Eletrobras (Centrais Elétricas Brasileiras) registrou um lucro líquido de R$ 716 milhões, revertendo prejuízo de R$ 2,26 bilhões registrado no mesmo período do ano passado, segundo balanço publicado na noite de segunda-feira (11). No 2º trimestre, a companhia lucrou R$ 5,5 bilhões.

No consolidado em 9 meses, a estatal alcançou um lucro líquido de R$ 7,624 bilhões, ante um prejuízo de R$ 404 milhões no período de janeiro a setembro de 2018, com o resultado impulsionado pela privatização de distribuidoras, entre elas a então deficitária Amazonas Energia..

A receita operacional líquida cresceu 9,8% no 3º trimestre, na comparação anual, somando R$ 7,291 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) somou 2,7 bilhões de reais, aumento de 303% na comparação anual.

Na semana passada, O presidente Jair Bolsonaro assinou projeto de lei que viabiliza a privatização da Eletrobras, mediante capitalização da empresa. Pela proposta, nenhum acionista terá mais de 10% de poder de voto na companhia, inclusive a União. A proposta prevê que a União ficará com menos de 50% das ações da empresa. O projeto também não prevê mais as ações especiais com poder de veto, as chamadas "golden share".

A empresa reportou R$ 354 milhões em provisão relativa ao desligamento de terceirizados da subsidiária Furnas; R$ 690 milhões relativos a créditos de CCC (Conta de Consumos de Combustíveis) passados pela Amazonas Energia à Eletrobras; e para contingências, no montante de R$ 417 milhões, sendo R$ 269 milhões referentes aos processos de empréstimo compulsório, destaca a Reuters.

Com G1

Repórter PB

Destaques