Absorvição

Advogado sousense consegue liberar presidiário que foi eleito vereador no Sertão da Paraíba

Ubiraci havia sido preso em maio de 2016, antes das eleições municipais.

Foi realizado na tarde desta quarta-feira (20) no Tribunal do Júri, em Campina Grande, o julgamento do Presidiário, Ubiraci Rocha acusado de um homicídio ocorrido em Janeiro de 2016.

Bira, assim conhecido, se candidatou como vereador pelo município de Catolé do Rocha, Sertão da Paraíba no mesmo ano em que foi acusado de cometer o crime, onde conseguiu ser eleito com mais de 900 votos.

Ubiraci havia sido preso em maio de 2016, antes das eleições municipais acontecerem e, no dia da votação ele precisou de autorização judicial e escolta para ir votar.

Eleito, Bira ficou como sexto candidato mais votado nas eleições de Catolé do Rocha e, após ser impedido pela Justiça de tomar posse o mesmo renunciou.

Para sua defesa, Ubiraci contratou o advogado sousense, João Marques Estrela.

O réu foi absolvido por falta de provas e realizado o pedido do arquivamento dos autos, assim como a determinação da expedição do alvará de soltura.

Repórter PB

Destaques