Lateral Direito

Rafinha rechaça rótulo de "influência negativa" e vê Grêmio mais ofensivo com Mancini

Lateral-direito fala sobre mudança no comando do Tricolor e refuta comentários sobre uma suposta liderança negativa no vestiário

A vitória sobre o Juventude, no domingo, deu um novo ânimo ao Grêmio. Aliada à troca no comando, chacoalhou o ambiente do clube gaúcho na briga contra o rebaixamento no Brasileirão. O lateral-direito Rafinha apontou as diferenças para o que pensa o técnico Vagner Mancini e rechaçou que é uma "influência negativa" no vestiário.


A versão de bastidores passou a circular após a saída do técnico Luiz Felipe Scolari e foi publicada por alguns jornalistas. Algo negado pelo jogador em entrevista coletiva nesta terça-feira.

– Fiquei um pouco surpreso. Os jornalistas têm todo direito de dar opinião sobre desempenho em campo, se vamos bem ou mal, fora de campo também se quer opinar, mas não podemos inventar algumas coisas, como foram inventadas ao meu respeito, sendo que a pessoa não me conhece (...) Tem 100 pessoas aqui no vestiário do Grêmio, se fosse uma influência ruim, que não agregasse, vocês já estariam sabendo há muito tempo. Não combina comigo. Sou pessoa para frente, honesta. E o que tiver que fazer para o bem do time que estou defendendo, vou fazer até o final – afirmou.

"Tenho 18 anos de profissional, nunca tive problema em vestiário, com treinador. Essa frase que foi criada que sou influência ruim não combina comigo. Essa fama não vou levar, são 18 anos de carreira e não tive problema, sempre fui querido nos clubes que passei"

Rafinha também falou sobre o estilo que Vagner Mancini pretende implantar no time para a reta final do Campeonato Brasileiro. É diferente ao que Felipão, anteriormente no comando, pregava. Inclusive, antes da saída do ex-técnico, parte do elenco conversou com Scolari para adaptar o estilo de jogo.

– São dois treinadores diferentes, o professor Felipe prezava mais na marcação, um treinador mais conservador, e o Mancini gosta mais de transição, de intensidade para frente, gosta de atacar bastante. Não é que o trabalho de um é melhor que o do outro, o professor Felipe conquistou vários títulos na carreira com seu sistema. Infelizmente os resultados não estavam aparecendo, mas torcemos para que agora, com essa mudança, a gente possa reencontrar o caminho das vitórias, que é o que a gente precisa – explicou Rafinha.

O Grêmio venceu o Juventude, um rival direto na briga contra o rebaixamento, mas segue na 19ª colocação do Brasileirão, com 26 pontos ganhos. O elenco retomou as atividades nesta terça-feira e joga na próxima segunda, contra o Atlético-GO, em Goiânia.



Fonte: Globo Esporte. 

Repórter PB

Destaques