No Marizão

Índio assiste das arquibancadas à vitória do Sousa sobre o Treze, e auxiliar projeta vaga fixa no G-2

Novo técnico do Dinossauro não foi regularizado a tempo para a partida contra o Galo, no Marizão, e viu o time ser comandado por Tardelli Abrantes à beira do campo.

Só na terceira partida atuando no Marizão foi que veio o Sousa conseguiu sua primeira vitória como mandante no Campeonato Paraibano. E foi contra o Treze, time contra o qual o Dinossauro vem estendendo um longo tabu sem derrotas na Cidade Sorriso. Índio Ferreira, novo treinador da equipe, acompanhou tudo das arquibancadas, já que ainda não estava regularizado. À beira do gramado, Tardelli Abrantes, auxiliar técnico, foi suficiente para fazer com que o clube alviverde conseguisse a sua terceira vitória na competição, garantindo, assim, a sua entrada no G-2.


Com 10 pontos, o Sousa acumula três vitórias, um empate e uma derrota. Aliás, o único revés sofrido pela equipe sousense, contra o Botafogo-PB, registra o único gol sofrido por um time que se porta defensivamente como um rochedo. Desde a primeira rodada sem sofrer gols, o Dinossauro vem construindo uma boa campanha, somada à regularidade em atuação nas quatro linhas, e pavimentando seu caminho rumo à segunda colocação do torneio estadual e em busca d euma vaga direta às semifinais.

Tardelli vibrou bastante com os atletas do Sousa após o apito final. É que o alívio de uma vitória como mandante foi grande para o auxiliar, que vem acompanhando todo o trabalho do plantel desde a pré-temporada. Como Índio ainda não foi regularizado no BID da CBF, ele teve a missão de reger os jogadores na área técnica. Entrevistado pelo Jornal da Paraíba, o assistente definiu a vitória como uma "estreia" em casa e projetou a equipe brigando pela vaga direta na fase semifinal.

— Estreamos, né? Primeira vitória dentro de casa. A gente veio de uma derrota e de um empate. Cobramos no dia a dia para que chegasse essa primeira vitória dentro de casa e, aí sim, brigar pelo campeonato. Garantimos a segunda colocação. Vamos esperar a próxima rodada para a gente definir. Que a gente possa chegar lá (em João Pessoa, contra o São Paulo Crystal) em busca de brigar pelo título. Vitória grande, contra time grande — disse, Tardelli.

Com a bola rolando, o Sousa pouco sofreu contra o Treze. A maior ameaça do Galo aconteceu no início do segundo tempo, quando Ricardo fez uma defesa monumental e salvou o arremate dado por Romeu, na entrada da pequena área. Melhor em campo e com mais organização em seus setores, o Dinossauro teve paciência para achar um contra-ataque e matar o jogo. Dentinho recebeu lindo passe de Natalício, driblou Jeferson e marcou o gol da vitória, aos 15 minutos da etapa final.

Caso consiga uma vitória contra o São Paulo Crystal na próxima quinta-feira, no Almeidão, o Sousa, a depender dos resultados da rodada, pode já garantir a sua vaga na semifinal da competição e ganhar alguns dias a mais para se preparar para o mata-mata do Campeonato Paraibano. O duelo contra o Tricolor de Cruz do Espírito Santo começa às 20h.

Com Globo Esporte PB
Repórter PB

Destaques