29ª Rodada

Atlético-MG empata com o Bragantino e perde chance de se aproximar do líder

Massa Bruta fica na frente do placar duas vezes, mas, em pênalti marcado com auxílio do VAR, Galo empata aos 54 minutos do segundo tempo; time de Sampaoli fica a seis pontos do São Paulo (com jogo a menos).

Um ponto para cada lado

Na noite desta segunda-feira, em Bragança Paulista, Bragantino e Atlético-MG mediram forças no Nabi Abi Chedid, pela 29ª rodada do Brasileirão. O time da casa, com moral elevada após vencer o líder São Paulo no último jogo, ficou na liderança do placar duas vezes, mas o Galo buscou dois empates, e o resultado foi mesmo a igualdade por 2 a 2. Um ponto para cada lado. O resultado fez o time de Sampaoli encurtar a distância para o líder São Paulo para seis pontos (ainda tem um jogo a menos), mas poderia, em caso de vitória, aproximar ainda mais da ponta, o que não aconteceu. O Massa Bruta segue estacionado em 13º lugar, com 35 pontos.

Primeiro tempo

O Atlético-MG começou o jogo encostando o Bragantino nas cordas. Nos primeiros segundos de partida, o chileno Vargas acertou o travessão de Cleiton, em jogada rápida de ataque do Galo. Depois, Allan pegou rebote para obrigar o goleiro do Bragantino a defender na ponte. O time da casa pouco assustou e buscava os contra-ataques. Mas, já nos acréscimos, a bola foi alçada na área do Galo, e Ricardo Ryller, posicionado entre Guga e Réver, cabeceou no fundo das redes.

Segundo tempo

O time mineiro voltou do intervalo disposto a virar o jogo, e logo aos 9 minutos conseguir dar o primeiro passo: empatar. Após jogada na esquerda, com Keno e Arana, o lateral cruzou no capricho, e Savarino apareceu na segunda trave, empurrando para o gol. O Galo seguia atacando e crescia, pensando na virada, mas o balde de água fria veio aos 21. Em lance de escanteio, Edimar subiu mais que Junior Alonso e guardou de cabeça. O 2 a 1 prevaleceu no tempo regulamentar, mas, nos acréscimos, Arana foi derrubado na área, o VAR auxiliou, o árbitro marcou pênalti, e Hyoran deixou tudo igual de novo.

Calendário

Bragantino e Atlético-MG voltam a campo no próximo domingo, pela 30ª rodada do Brasileirão. O Massa Bruta visita o Ceará, no Castelão, às 20h30 (de Brasília). Mais cedo, às 18h15, o Galo recebe o Atlético-GO. Vale lembrar que a equipe de Jorge Sampaoli tem um jogo a menos, contra o Santos, que vale pela 28ª rodada e será disputado no dia 27 deste mês, no Mineirão.

VAR no fim e gol aos 54

O jogo entre Bragantino e Atlético-MG confirmou a máxima de que "o jogo só acaba quando o juiz apita". Aos 45 minutos do segundo tempo, o time da casa vencia por 2 a 1, e o árbitro indicou cinco de acréscimo. Aos 50, em função de algumas paralisações, o juiz avisou que a partida teria mais um minuto e iria até os 51. No último ataque do Galo, Arana foi derrubado na área, mas o árbitro não apitou a penalidade. O VAR sugeriu a revisão e, rapidamente, na cabine, Caio Max Vieira mudou de ideia, marcando pênalti. Hyoran bateu muito bem e empatou, quando o relógio já mostrava 54. Esse, enfim, foi de fato o último lance da partida.

Com Globo Esporte

Repórter PB

Destaques