Peixe

Santos marca reunião que pode definir venda de Lucas Veríssimo

O zagueiro tem uma proposta do Benfica, de Portugal. E o Peixe vê a negociação como única forma de manter os salários de elenco e funcionários em dia até o fim do ano.

O Santos marcou para quinta-feira a próxima reunião do Conselho Deliberativo. E, novamente, o Comitê de Gestão presidido por Orlando Rollo terá a chance de obter o aval para a venda de Lucas Veríssimo.

O zagueiro tem uma proposta do Benfica, de Portugal. E o Peixe vê a negociação como única forma de manter os salários de elenco e funcionários em dia até o fim do ano.

O Conselho Fiscal, desfavorável em um primeiro momento, ainda não emitiu novo parecer. Com o "sim" deste órgão, os conselheiros poderiam votar virtualmente pelo andamento ou não das tratativas com o Benfica.

O Benfica ofereceu o empréstimo de um ano com obrigação de compra em 6,5 milhões de euros (R$ 41,1 mi), em cinco parcelas anuais a partir de 2022. O Peixe anteciparia esse valor por meio de uma instituição financeira belga, sob comissão de 15% e outros encargos. Dessa forma, sobrariam, de acordo com o controller Roberto Rabelato, cerca de 5,1 milhões de euros (R$ 32,2 mi).

Para facilitar a aprovação no Conselho, o Santos busca um novo modelo de negociação com o Benfica. Os portugueses antecipariam uma parcela e pagariam o resto em quatro anos, com a permanência de Veríssimo até o fim da temporada. As conversas estão em andamento.

Lucas Veríssimo também recebeu uma proposta de 6 milhões de dólares (R$ 32 mi) do Al-Nassr, da Arábia Saudita - 3,5 milhões de dólares neste mês e 3 milhões de dólares em janeiro. O jogador, porém, não tem interesse em sair do Santos e não ir para a Europa.

Com Gazeta Esportiva

Repórter PB

Destaques