Jogador

Yaya Touré alega motivos pessoais, e acordo com candidato do Vasco é desfeito

Leven Siano publica vídeo com desistência do marfinense seis dias após anúncio feito pelo próprio jogador

O acordo entre Yaya Touré e o candidato à presidência do Vasco, Leven Siano, está desfeito. O anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira pelo advogado e pelo próprio jogador nas redes sociais. O volante alegou motivos pessoais para não se mudar para o Brasil.

- Eu gostaria de agradecer ao senhor Leven por ter me convidado para ser parte desse projeto maravilhoso e da família Vasco da Gama. Mas, infelizmente, eu não poderia mais fazer parte dele por razões pessoais. Eu não posso me mudar para o Brasil. Obrigado por sua compreensão. Desejo tudo de melhor e sucesso ao Sr. Leven com seu projeto - disse Yaya, em vídeo.

O candidato Leven Siano lamentou o fato e disse que o acordo foi encerrado sem qualquer penalidade para as duas partes.

- Lamento informar que, devido a motivos pessoais, o Sr. Yaya Touré não poderá mais se mudar para o Brasil. Acordamos um consenso amigável para encerrar o contrato, com efeito imediato, sem nenhuma penalidade ou demais obrigações de ambas as partes. Agradeço a ele por toda a atenção dedicada ao assunto durante as nossas conversas recentes. Desejo a ele todo sucesso nos projeto futuros e envio saudações a ele e à sua família - postou o candidato no Instagram.

Na semana passada, Leven Siano anunciou o acerto com Yaya por um contrato de dois anos. O acordo entraria em vigor caso o candidato vencesse a eleição presidencial do Vasco, prevista para novembro. Em vídeo, Yaya confirmou o acerto. Ele usaria a camisa 42 do clube.

Aos 37 anos, Yaya está sem clube. O marfinense foi um dos principais jogadores em sua posição nos últimos anos e fez muito sucesso, especialmente com as camisas de Barcelona e Manchester City. Antes do Vasco, ele esteve próximo de um acordo com o Botafogo. O clube de General Severiano, no entanto, desistiu da negociação após Leven Siano anunciar o acerto com Yaya.

Botafogo diz que Yaya vive um drama pessoal

Primeiro clube a tentar contratar Yaya Touré, o Botafogo se manifestou sobre o rompimento do acordo do jogador com o candidato do Vasco. Segundo Carlos Augusto Montenegro, membro do comitê gestor do futebol alvinegro, o jogador vive um drama pessoal e cogita encerrar a carreira.

- Ele não está falando a verdade, ele está na dúvida se encerra a carreira ou não. Pelo que eu vi, acho que vai encerrar. É um jogador que está passando por um drama, mas não teve caráter de conversar isso com a gente. Ele não pode brincar com uma instituição, com torcedores, prometer uma coisa e fazer outra. É normal o drama para decisão de encerramento de carreira, mas não é normal fazer papel de moleque com as instituições. Com o Botafogo ele fez, mas não fez com a instituição Vasco. Ele fez com esse candidato, que não tinha como falar em nome do Vasco - disse Montenegro.

Com o Globo Esporte. 
Repórter PB

Destaques