Jogador

Willian ainda espera realizar seu grande objetivo de carreira

Mesmo sem reclamar de nada, Willian revelou que ainda não conseguiu realizar a sua principal meta profissional: ganhar a Copa do Mundo.

Willian construiu uma careira sólida e de destaque na Europa. O meia oriundo das categorias de base do Timão hoje veste a camisa 10 do Chelsea, é dono de números admiráveis e constantemente figura nas listas da Seleção Brasileira.

Mesmo sem reclamar de nada, Willian revelou que ainda não conseguiu realizar a sua principal meta profissional: ganhar a Copa do Mundo. E ele acredita que o objetivo ainda está ao seu alcance.

“Sem dúvida! É um sonho! Realizei muitos, um deles foi vestir a camisa da Seleção, conquistei isso, espero continuar, disputar a Copa do Mundo, mas tenho esse sonho, que é o principal, poder juntar isso tudo, vestir a camisa e ser campeão”, disse, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva.

Em junho de 2019, Willian foi o escolhido para substituir Neymar, cortado da Copa América por lesão, e acabou sendo peça fundamental para Tite, inclusive com a camisa 10 canarinho durante a campanha que culminou com o título no Maracanã.

“Copa do Mundo é um campeonato totalmente diferente dos outros, de Eliminatórias, de Copa América. Claro que o Brasil tem potencial, elenco, jogadores, tudo para que volte a conquistar a Copa do Mundo, mas isso vai ser com o tempo, tem que pensar passo a passo e ter atenção. Estamos na Eliminatória, que é difícil. Só assim a gente consegue chegar ao objetivo. É o sonho, o objetivo, creio que de todos”.

Pela Seleção, já foram 70 jogos, nove gols e 15 assistências. A primeira convocação aconteceu em novembro de 2011, quando Willian tinha 23 anos de idade. Hoje, com 31, o meia ficou de fora da primeira chamada de 2020.

“Tenho vontade de continuar vestindo a camisa da Seleção, eu estava bem até essa parada, jogando bem, sempre mantive uma regularidade muito boa, cada ano melhorando, então, meu objetivo é continuar da mesma forma, bem no clube. Assim, tenho grandes chances de vestir a camisa da Seleção”.

O histórico na Seleção é bom, os números pelo Chelsea são ainda melhores, mas no momento o foco é outro. O meia está na Inglaterra, isolado devido ao surto da Covid-19, e espera que a pandemia seja controlada. Só após isso Willian pretende voltar a pensar em futebol.

“Claro que é bom quando você atinge números importantes, isso sem dúvida é bom para qualquer atleta, a gente se sente muito orgulhoso, feliz, mas no momento isso não passa pela minha cabeça, momento realmente é de pensar no bem-estar, na saúde, porque com saúde você pode fazer tudo. Não é só futebol”, concluiu.

Com Gazeta Esportiva

Repórter PB

Destaques