Goleiro

Sem vencer há três jogos, Cássio pondera: “Não dá para entrar em pânico”; Veja

O último triunfo do Corinthians aconteceu no dia 1º deste mês, quando derrotou a Chapecoense no segundo compromisso nacional.

Com apenas uma vitória nas quatro primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, o Corinthians ocupa apenas a 12ª colocação. Posto incômodo para uma equipe que foi campeã estadual há menos de um mês. Para piorar a situação, o Timão foi derrotado pelo Flamengo em plena Arena, na última quarta-feira, e saiu em desvantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil.

O último triunfo do Corinthians aconteceu no dia 1º deste mês, quando derrotou a Chapecoense no segundo compromisso nacional. De lá para cá, os comandados de Fábio Carille acumulam dois empates (contra Vasco e Corinthians), além da derrota para o Fla. Na tabela, são cinco pontos de diferença para os líderes Santos, Palmeiras e São Paulo. Apesar disso, o time tem evoluído, conforme analisou Cássio em coletiva nesta sexta-feira.

“Não dá para entrar em pânico. Precisamos pensar jogo a jogo. A gente conseguiu um ponto fora. O Grêmio é um ponto discutível, porque é uma equipe que vai brigar lá em cima. Agora temos que ir a Porto Alegre e buscar pontos lá. Acho que temos evoluído, estamos crescendo”, disse.

“Lógico que o Corinthians precisa sempre almejar ficar na parte de cima da tabela e ganhar, mas a gente não pode fazer uma projeção para daqui cinco jogos. O próximo jogo é domingo, é uma partida difícil, mas temos que ir lá e buscar a vitória para pontuar, se manter na parte de cima da tabela e ficar entre os primeiros”, completou.

Fagner, por sua vez, seguiu a mesma linha de discurso. O lateral, inclusive, ponderou sobre a importância de conquistar pontos fora de casa, fazendo referência ao duelo deste domingo, às 16 horas (de Brasília), na Arena da Baixada, diante do Athletico-PR, pela quinta rodada do Brasileiro.

“A pressão existe sempre, mas o mais importante é a gente ter a nossa consciência e buscar a melhora a cada dia. Tivemos alguns pontos positivos contra o Flamengo, temos que continuar levando esses pontos positivos. Alguns detalhes a serem corrigidos, que é natural”, analisou.

“A gente sabe que é importante pontuar fora, sabemos da dificuldade que é jogar lá. Mas o mais importante é continuar acreditando no que a gente vem fazendo, sempre buscando uma melhora, uma evolução para que a gente possa melhorar nosso jogo, nosso futebol, nosso conjunto”, finalizou o defensor.

Com Gazeta Esportiva

Repórter PB

Destaques