Meia Campista

Jardine defende Nenê no São Paulo: “Tem um caráter acima da média”; Veja

Apontado como um dos culpados pela demissão de Diego Aguirre, Nenê se defendeu e se disse injustiçado pelas críticas que recebeu de parte da torcida.

O meia Nenê tem moral com o técnico interino do São Paulo. Vindo de quatro jogos seguidos na reserva, o camisa 10 voltou a ser escalado como titular contra o Grêmio, na última quinta-feira, no Morumbi, e foi elogiado por André Jardine.

“O Nenê é uma referência para o grupo, um cara extremamente comprometido com o clube. Ele se dedica ao máximo nos treinamentos. Foi uma referência técnica da equipe durante o campeonato. Saiu em algum momento, porque a comissão anterior entendeu que devia mudar”, disse Jardine, em entrevista coletiva, após o empate por 1 a 1 com os gaúchos.

Apontado como um dos culpados pela demissão de Diego Aguirre, Nenê se defendeu e se disse injustiçado pelas críticas que recebeu de parte da torcida. Muitos dizem que, insatisfeito com a reserva, o armador teria “trabalhado” pela saída do uruguaio.

“O reserva não tem que estar satisfeito mesmo. Tem que buscar nos treinos e mostrar ao treinador que merece espaço no time. Pelo que vejo diariamente, ele pode contribuir muito. É um jogador importante que pode nos ajudar até o final do contrato dele (dezembro de 2019)”, frisou Jardine, que prosseguiu.

“Às vezes, a torcida precisa escolher um vilão. A imprensa também valoriza algumas coisas. O Nenê é um cara que tem um caráter acima da média. E conta com a admiração de todos do plantel”, assegurou Jardine.

Com ou sem Nenê no time titular, o São Paulo volta a campo no próximo domingo, às 19 horas (de Brasília), para enfrentar o Cruzeiro, no Morumbi. A quatro rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, o Tricolor ocupa o quinto lugar, com 59 pontos, e busca terminar no G4 para começar a Copa Libertadores de 2019 em sua fase de grupos.

Com Gazeta Esportiva

Repórter PB

Destaques