Após acerto com Gabigol, presidente do Santos espera acordo com Inter

A Inter pede 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 5,8 milhões) para emprestar o atleta ao Peixe

Presidente do Santos, José Carlos Peres afirmou que o clube já se acertou com Gabigol e agora negocia com a Internazionale de Milão para obter a liberação do centroavante. Na opinião do dirigente, pesa contra o clube o valor do jogador, vendido aos italianos por R$ 66 milhões no ano retrasado.

"Nós temos conversações já com a Inter de Milão. Já fizemos a nossa proposta, estamos aguardando o retorno de lá. Entre nós e o jogador, está tudo fechado. Dependemos da Inter, em que hoje é os chineses que mandam", disse Peres, em entrevista à FPF (Federação Paulista de Futebol).

"Contra o Santos, é o fato do Santos ter vendido os direitos econômicos dele por R$ 66 milhões, e os chineses não se conformam. "Pô, 66 milhões, e agora eu te dou um ano praticamente, com boas condições". Mas tudo isso, a gente está quebrando esse gelo e estamos caminhando aí para um acerto. Espero, Deus, que a gente consiga acertar o jogador", completou o presidente.

O UOL Esporte apurou que a Inter pede 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 5,8 milhões) para emprestar Gabigol ao Santos. O clube brasileiro pagaria R$ 500 mil mensais para o atacante durante o período da cessão.

O Santos gostaria de parcelar o valor, mas a Inter só aceita receber à vista porque ainda arcará com o excedente do salário de Gabigol. O atacante recebe cerca de R$ 1 milhão por mês no clube italiano. (Folhapress)

Repórter PB
Repórter PB

Comentários

Aviso legal: Todo e qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB , não reflete a opinião deste site ou de seus autores e são de inteira responsabilidade dos leitores que publicarem.

Destaques