Empresas

Inscrições para o Prêmio Nacional de Inovação são prorrogadas até 16 de novembro

CNI e Sebrae irão premiar as melhores práticas de inovação de empresas de todos os portes e de ecossistemas de inovação. Vencedores serão anunciados no em março do ano que vem.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) anunciaram a prorrogação do prazo para as inscrições da 7ª edição do Prêmio Nacional de Inovação, com patrocínio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Os interessados poderão ser inscrever até o dia 16 de novembro. O Prêmio destina-se às empresas industriais, aos pequenos negócios de todos os setores e aos ecossistemas de inovação de todo o território nacional. As informações e o formulário de inscrição estão disponíveis no site do Prêmio.


O Prêmio Nacional de Inovação destina-se às empresas industriais, aos pequenos negócios de todos os setores e aos ecossistemas de inovação de todo o território nacional. As empresas vão concorrer nas categorias de Inovação em Produto, Processo, Sustentabilidade e Gestão da Inovação. O Prêmio conta ainda com uma categoria para reconhecer os ecossistemas de inovação. As empresas que desejarem se inscrever nesta categoria devem responder um questionário adicional. Além desses grupos, as empresas concorrem a um reconhecimento para as práticas inovadoras em Saúde e Segurança no Trabalho (SST), que poderá ser concedido para uma empresa finalista em cada modalidade.

Para a diretora de Inovação da CNI, Gianna Sagazio, esse é um momento importante para o reconhecimento do trabalho que tem sido desenvolvido pelas empresas. “Essa é uma vitrine que as empresas têm em mostrar seu papel no desenvolvimento de pesquisas, tecnologia e inovação. Queremos tornar público para o Brasil e ao mundo as boas práticas que têm sido desenvolvidas pelas empresas, principalmente nesse período de pandemia”, destaca.

O diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick, destaca a importância do Prêmio para os pequenos negócios: “Essa iniciativa do Sebrae e CNI contribui para desfazer o mito de que a inovação é algo restrito ao universo das grandes empresas. Nós comprovamos que inovar também é uma prática dos pequenos”.  Ao longo das seis edições já realizadas, o Prêmio reconheceu o trabalho de micro e pequenas empresas que conseguiram desenvolver práticas inovadoras em seus processos.  

A avaliação dos trabalhos inscritos será feita entre os dias 22 de novembro e 11 de janeiro de 2022. A 1ª banca de juízes acontece no dia 15 de janeiro de 2022 e a 2ª banca está prevista para a segunda quinzena de fevereiro do próximo ano e a cerimônia de entrega da premiação acontece no dia 8 de março.

Novidades na sétima edição do Prêmio Nacional de Inovação

Nesta edição, uma das novidades é a categoria destinada aos Ecossistemas de Inovação, que vai premiar redes de cooperação locais, que integram organizações da hélice tripla e que têm a inovação como elo.

Também há novidades relacionadas à atualização do Manual de Oslo que impactam o regulamento. No ato da inscrição, todas as empresas devem preencher um questionário obrigatório sendo possível concorrer simultaneamente às categorias de inovação em produto, processo e sustentabilidade. Caso haja interesse na candidatura à de Gestão da Inovação, é preciso preencher um questionário adicional.

A premiação não avalia projetos e sim a capacidade de inovação das empresas e ecossistemas, portanto, não é necessário inscrever um projeto específico de inovação para cada categoria. A empresa se inscreve uma única vez e a metodologia identifica sua aderência nas categorias. A inscrição dos ecossistemas de inovação deve ser feita uma para cada município do país, e a metodologia de avaliação irá vai enquadrar em uma das modalidades.

Repórter PB

Destaques