Prefeito exonera 40 cargos comissionados para equilibrar a folha dos Servidores em Aparecida

Alegação da Portaria de livre exoneração faz parte da estratégia de pagamento em dia dos servidores, mediante a crise financeira que o Município enfrenta

Na última sexta-feira (01), o Prefeito do Município de Aparecida, Sertão da Paraíba, Júlio César encaminhou ao Poder Legislativo, comunicado de exoneração de 40 cargos em comissão.

Alegação da Portaria de livre exoneração faz parte da estratégia de pagamento em dia dos servidores, mediante a crise financeira que o Município enfrenta.

A medida “amarga” é para equilibrar o pagamento dos servidores efetivos para do Município de Aparecida, inclusive até colocar a Folha em dia, parte em atraso.

O problema maior é com os Professores que tiveram aumento salarial ano passado concedido pela Câmara de Vereadores sem um estúdio prévio dos aportes financeiro. O repasse do FUNDEB não vem acompanhando o aumento é sempre necessário o complemento com cota do FPM, o que prejudica o planejamento financeiro da edilidade.

O prefeito Júlio César antes de assinar a Portaria, se reuniu com todos seus secretários, comunicou da medida que atingiu várias funções em comissão da Edilidade.

Júlio César adiantou que foi necessário para que haja governabilidade, caso o contrário, os serviços públicos poderiam parar completamente na Cidade de Aparecida.

Repórter PB
Repórter PB

Comentários

Aviso legal: Todo e qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB , não reflete a opinião deste site ou de seus autores e são de inteira responsabilidade dos leitores que publicarem.

Destaques