Você está aqui:
Polícia realiza Operação Potiguara e prende suspeitos de homicídios, roubos e tráfico de drogas no Litoral Norte

As Polícias Civil e Militar da Paraíba deflagraram, na manhã desta quinta-feira (20), no Litoral Norte do Estado, a ‘Operação Potiguara’,

As Polícias Civil e Militar da Paraíba deflagraram, na manhã desta quinta-feira (20), no Litoral Norte do Estado, a ‘Operação Potiguara’, que reuniu 125 homens e mulheres da 7ª Área Integrada de Segurança Pública. O objetivo foi cumprir mandados de prisão contra pessoas suspeitas da prática de homicídio, roubo e tráfico de drogas nas cidades de Mamanguape, Baía da Traição e Mataraca. Foram presas 10 pessoas e um adolescente apreendido.

De acordo com o delegado da 7ª Seccional, Walter Brandão, as investigações começaram ainda no mês de julho de 2016 e tratavam sobre um grupo que agia em várias frentes criminosas: roubo, homicídios e tráfico de drogas “Identificamos que era um grupo que se ramificava. Uma parte agia nas cidades de Mamanguape e Mataraca e a outra agia em Baía da Traição. As investigações apontam que os suspeitos que agiam em Mamanguape e Mataraca são responsáveis por pelo menos 50% dos homicídios ocorridos nos anos de 2015 e 2016 nesses dois municípios”, disse a autoridade policial.

Ao longo das investigações foram apreendidos 11 quilos de entorpecentes, ao todo 15 pessoas já foram presas e cinco armas de fogo recolhidas, além de diversos veículos recuperados. “Os veículos roubados eram usados em prática de assaltos. Quando identificamos como a quadrilha agia, entramos com os pedidos de mandados de prisão preventiva e nesta quarta-feira demos andamento a operação. Ainda foram cumpridos mandados dentro de unidades prisionais, já que alguns participavam das articulações de crimes, integrando a quadrilha criminosa”, afirmou Walter Brandão.

Foram presos: Rogério Silva de Almeida Filho, de 19 anos; Igor Bessa da Silva; Gabriel Henrique Santana Nunes, de 19 anos; Ismael Cassiano de Araújo, de 28 anos; Adriano Barbosa da Silva; José Gomes da Silva; Selma Pereira de Jesus; Rivângela Ferraro de Andrade; Gutemberg Alves de Sousa, de 26 anos; e Luzimar Fernandes de Sousa.

Os presos foram ouvidos e em seguida encaminhados para unidades prisionais, onde deverão aguardar as decisões da Justiça. Eles vão responder pelos crimes: tráfico de drogas, roubo, homicídios e posse ilegal de arma de fogo.


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste Portal.