13 Mortes

Fortes chuvas deixam mortos no sul da França

Vale de Aude registrou o maior nível de inundação desde 1891. Treze pessoas morreram.

Fortes chuvas deixaram treze mortos nesta segunda-feira (15) no sul da França, anunciou a administração do departamento de Aude, que tem a cidade de Carcassonne como capital. Cerca de 700 bombeiros foram mobilizados, de acordo com o jornal "Le Monde".

"Uma freira foi arrastada pelas águas em Villardonnel e outras quatro pessoas foram encontradas mortas em Villegailhenc", afirmou o prefeito Alain Thirion ao canal BFMTV. O local onde as outras vítimas morreram ainda não está claro.

Um morador ficou ferido no desabamento de sua casa na cidade de Cuxac, indicou Thirion, que teme um aumento do balanço de vítimas.

O vale de Aude registrou o maior nível de inundação desde 1891, informou a Vigicrues, a agência responsável pelo controle do nível da água.

O prefeito destacou que 15 localidades estão em "situação delicada". O ministro do interior, Edouard Philippe, deve visitar a região.

"No domingo, em apenas cinco horas choveu entre 160 e 180 mm na aglomeração de Carcassonne", disse.

Nas localidades ao norte de Carcassonne, todas as estradas foram bloqueadas e as escolas permaneceram fechadas. As autoridades pediram aos moradores que permaneçam em suas casas.

Na cidade de Trèbes, a água subiu oito metros em apenas cinco horas. Em Villemoustaussou, Villegailhenc e Conques o nível da água subiu mais de dois metros.

Com G1

Repórter PB

Destaques