Tragédia

Pelo menos 20 mortos após queda de viaduto na Itália; Número deve aumentar

Tragédia aconteceu na manhã desta terça (14), próximo à cidade de Gênova, norte do país; as autoridades tentam retirar pessoas dos escombros

Um enorme viaduto desmoronou na manhã desta terça-feira (14) próximo à cidade de Gênova, norte da Itália. Pelo menos 20 pessoas morreram, de acordo com o jornal La Repubblica, entre elas, uma criança. Bombeiros e autoridades de resgate seguem no local trabalhando à procura de vítimas. O número de óbitos deve aumentar, dizem as autoridades.

O governo da Liguria confirmou 35 mortos, citando fontes dos bombeiros. No entanto, a Defesa Civil italiana agora diz que há 20 mortos e 16 feridos, contradizendo números divulgados anteriormente pelas autoridades.

O vice-primeiro-ministro da Itália e ministro do Interior, Matteo Salvini, disse que 200 bombeiros estão tentado resgatar as pessoas vítimas do desabamento.

Luigi D´Angelo, funcionário da Defesa Civil italiana, disse à Reuters que havia cerca de 30 carros e entre 5 a 10 caminhões no trecho que desabou.

A Autostrade per L´Ialia, empresa responsável pela rodovia, disse que vai "trabalhar com as autoridades" para descobrir as causas do acidente, segundo a agência Reuters. Segundo o site “24 ore”, a queda pode ter sido causada por uma falha estrutural decorrente do mau tempo e de fortes chuvas que atingem o local.

O “Corriere della Sera” relata que as pistas caíram no chão por uma altura de aproximadamente cem metros: A ponte é a A-10, que liga Gênova a Ligúria, onde chove sem parar. A Defesa Civil havia inclusive declarado o alerta laranja. O viaduto foi construído em 1967.

Nas redes sociais, internautas que estão em Gênova compartilham imagens da tragédia.

Repórter PB

Destaques