Estado

Secult-PB dialoga com instituições alemãs para captar recursos para a Cultura

A ideia é que a secretaria possa estabelecer uma série de acordos para captar recursos e realizar investimentos na área na Paraíba

O secretário de Estado da Cultura, Damião Ramos Cavalcanti, recebeu em seu gabinete o professor e economista alemão Dietmar Klauss Pfeiffer. O objetivo do encontro foi traçar possibilidades de parcerias entre o Governo do Estado da Paraíba e instituições e governo da Alemanha. A ideia é que a secretaria possa estabelecer uma série de acordos para captar recursos e realizar investimentos na área na Paraíba.

“No meu país a cultura é prioridade, e a diversidade cultural do Brasil é vista com bons olhos por nós. Por isso, acreditamos que parcerias surjam de forma natural e progressiva”, afirmou Dietmar, que leciona atualmente na Universidade de Münster, na Alemanha, e já colaborou com instituições brasileiras de ensino.

Dietmar afirma que os primeiros contatos com o consulado da Alemanha no Brasil e com a ONG Deutsch-brasilianische Gesellschaft já foram feitos e em breve isso se reverterá em novidades para a cultura paraibana. Na reunião, também estavam presentes o secretário executivo da pasta, Milton Dornellas; a representante do setor de convênios, Kennya Queiroz; o gerente executivo de Articulação Cultural, Pedro Santos; e o representante do setor jurídico da Secult-PB, Filipe Nóbrega.

O secretário Damião Ramos lembrou que esta é apenas uma das parcerias que a Secult está buscando para captar investimentos, que podem ser obtidos através de convênios, acordos de cooperação, doações, entre outros. “Isto dependerá da natureza do pacto a ser firmado”, ressaltou o secretário. Os recursos captados serão utilizados para a instalação de cineclubes e ações de música, a exemplo de corais e o Programa de Inclusão Através da Música e das Artes (Prima), gerido pelo Governo do Estado da Paraíba e recentemente transformado em política de estado por meio do Projeto de Lei 2051/2018.

Repórter PB

Destaques