Cacá Gadelha se defende na Tribuna, e manda recado: “Eu não sou adversário teu. Teu adversário é Fábio Tyrone”; Vídeo

O Vereador Cacá Gadelha chamou de “moleques” as indiretas soltadas nas redes sociais contra a sua pessoa, após os nomes dos contracheques virem à tona.

Após virem a público contracheques considerados “gordos” com nomes de parentes, próximos ao ex-prefeito de Sousa, André Gadelha com vínculo a Prefeitura de João Pessoa, delegaram a “delação” ao líder da bancada oposicionista na Câmara de Vereadores de Sousa, Cacá Gadelha (PSDB).

Uma Pessoa de confiança ao ex-prefeito André teria revelado a membros da Imprensa local, que “Caca havia traindo o partido, o esquema político” o quem de regra geral, ocorreu quebra de confiança, e revolta do Grupo Gadelha.

O clima esquentou, e o Vereador Cacá Gadelha ficou com a pecha de “traidor”, “persona non grata” do esquema político, o que motivou revolta, naturalmente de familiares do ex-prefeito André Gadelha.

Usando a Tribuna da Câmara de Vereadores nesta terça-feira (13), Cacá veio a público se reportar sobre o tema. “Daqui não saio. Farei oposição até o último dia do meu mandato. Uma oposição com responsabilidade, com respeito, com zelo, e respeitando acima de tudo, o povo de Sousa”.

No entanto, Cacá lembrou que diante de alguma situação o que poderá acontecer é ele mudar de partido, o que é considerado natural, ou até tentar disputar uma eleição de Prefeito. “Qualquer pessoa pode tentar. Por quer Cacá não pode tentar? Aí estão me chamando de traidor. Traidor por quer estão me procurando. A oposição ligada ao Deputado Júnior Araújo me procurou para conversar neste sentido. Foi procurado por outros candidatos, e recebi convite neste final de semana para ser candidato pelo PROS, pelo deputada federal, Edna Henrique, e o Deputado Estadual, João Henrique”.

O Vereador Cacá Gadelha chamou de “moleques” as indiretas soltadas nas redes sociais contra a sua pessoa, após os nomes dos contracheques virem à tona. “Isso não negócio de Homem, isso é negócio para moleque. Eu não sou adversário teu. Teu adversário é Fábio Tyrone. Eu faço parte da oposição. O teu problema é com o senhor Fábio Tyrone. Já deu duas vezes no beco”.

O Líder da Oposição lembrou que “não fui eu que perdi o Vereador Denis Formiga. Não fui ele o responsável pela saída de Zé Rodholfo, pela saída de Adriano Batista, pela saída de Daniel Pinto, pela saída de Augusto Vieira, e de tantos, e tantos outros companheiros”.

Cacá negou também em seu pronunciamento que teria “brigado” com seu primo, Alexandro Gadelha. “Ele ligou para mim perguntando por quer? Eu disse: olha você está lá, aparece, e o que é que eu tenho haver com isso? Por mim você ganharia dez vezes isso aí, como também apresenta o nome do Pai da Esposa do ex-prefeito (André Gadelha) que é Secretário. Há mais de ano que eu sei desta história”.

O Líder da Oposição se defendeu e disse que diante de todos os problemas, já lhe usaram em 2018. “Quem disse nos quatro cantos da Cidade que o Renato Gadelha era caduco, que não servia para exercer o mandato não foi eu não, e depois foi dizer que ele era bom, não foi eu não”.

Assista na integra, discurso do Vereador Cacá Gadelha na Tribunal da Câmara de Vereadores em Sousa

Por Pereira Jr.

Destaques