loader
Tribunal de Contas

TCE pede explicação de aumento salarial de secretários sem justificativa em Poço Dantas, e aponta déficit nas contas

O salário de um secretário era de R$ R$ 2.350,00, e foi para R$ 3.000,00, aumento de R$ 750,00

O Prefeito, José Gurgel Sobrinho recebeu nesta quinta-feira (21) um alerta do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba.

Na missiva endereçada ao chefe do executivo de Poço Dantas no Sertão, os auditores do TCE pedem explicações da atitude do Prefeito ter apresentando aumento salarial dos secretários municipais sem nenhuma justificativa, ou Lei que pudesse embasar sua atitude administrativa.

O Relatório aponta para a remuneração dos agentes públicos, relevando a seguinte tabela abaixo.

O salário de um secretário era de R$ R$ 2.350,00, e foi para R$ 3.000,00, aumento de R$ 750,00.

Outro problema orçamentário encontrado pelos auditores do TCE em relação administração do Prefeito de Poço Dantas foi que além do aspecto verifica-se que o Orçamento de Investimentos para o ANO DE 2020 foi aprovado pela Câmara Municipal no valor de R$ 4.787.000,00, todavia, as despesas executadas até 22/04 última data da movimentação informada a este Tribunal, alcançaram o valor de R$ 1.059.068,14, representando 22,12% do orçamento autorizado.

No relatório ainda consta que o Governo federal encaminhou para o Município a importância de R$ 44.742,64 para o combate ao covid19, e até o presente, nenhum centavo a gestão tinha apresentado conta do valor gasto ou não nesta pandemia.

Na conclusão do relatório encaminhado ao Prefeito de Poço Dantas revela ainda que na gestão há um déficit na execução orçamentária até fevereiro de 2020 - Aumento da Remuneração do Secretário Municipal sem justificativa. O Gestão tem prazo para justificar.

Repórter PB