homenagem

Dr. Titi Nóbrega completa 50 anos de profissão em Sousa e região

O médico Francisco Nóbrega Gadelha Queiroga (Dr. Titi), coordenou, junto com outros, a revista Letras do Sertão em sua última fase

O médico Francisco Nóbrega Gadelha Queiroga (Dr. Titi), especialista em Dermatologia completa sábado (7) de dezembro, 50 anos de serviços prestados a medicina de Sousa e região. Nasceu na Fazenda Tapera-Aparecida-PB. Filho dos saudosos José Gadelha de Queiroga (Zé Honório) e D. Raimunda Nóbrega Gadelha. Cursou o ginásio no antigo Colégio 10 de julho em Sousa. Diplomado em 07 de dezembro 1969 pela FCMP-PE. Pós-graduado em Dermatologia pela UFPE.

Dr. Titi é irmão do professor aposentado da UFCG, o socialista Dr. Antônio Nóbrega Gadelha Queiroga (Dr. Toinho Nóbrega ou Toinho de Zé Honório), do empresário Tatá Nóbrega e do advogado, marxista, militante ecossocialista e coordenador do Comitê de Energias Renováveis do Semiárido (CERSA), César Nóbrega.

Fundador e Presidente durante seis anos da Sociedade Médica de Sousa, entidade fundada na década de 70 e Primeira Sociedade Médica do Sertão da Paraíba. Atuou como médico do Hospital Pronto Socorro do Recife de 1970 a 1971 e plantonista do Hospital Regional de Escada-PE. Chegou em Sousa em 1972. Até hoje exerce a Medicina Clínica em Dermatologia.

Dr. Titi trabalhou na Maternidade Lídia Meira, Hospital Pronto Socorro de Sousa, onde chegou a ocupar o cargo de Diretor e no Hospital Regional Deputado Manoel Goncalves de Abrantes, onde também foi Diretor. Coordenou em Cajazeiras por dez anos o Programa de Controle da Hanseníase. Exerceu durante 15 anos o cargo de Coordenador de Perícia Médica do INSS, com jurisdição em 27 municípios.

O médico Francisco Nóbrega Gadelha Queiroga (Dr. Titi), coordenou, junto com outros, a revista Letras do Sertão em sua última fase. Foi Presidente da Sociedade Esportiva Sousa, na época do então prefeito Sinval Gonçalves Ribeiro.

Dr. Titi fundou com outros companheiros, em Sousa, em 1980, o Partido dos Trabalhadores, aonde permanece filiado. Exerceu, no primeiro mandato do saudoso prefeito Salomão Gadelha, o cargo de Secretário Municipal de Saúde, onde implementou a criação do Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e fomentou a criação da Policlínica. Recepcionou o estadista Luiz Inácio Lula da Silva quando de sua visita a Sousa.

Atuou em diversas Prefeituras como Sousa, Cajazeiras, Santa Cruz, São João do Rio do Peixe, Vieirópolis, Marizópolis, Aparecida e José da Penha-RN, como médico dermatologista. Atualmente, exerce diariamente, a atividade de médico dermatologista em seu consultório na Rua Padre Correia de Sá, 22, Sousa, pela manhã. Destaca-se na radiofonia. Em 1979, criou produziu e apresentou, semanalmente, na Rádio Progresso de Sousa, a pioneira, o programa Encontro Marcado, que foi ao ar até 1991. Em 2011 até 2016, criou, produziu e apresentou o Programa Encontro Marcado, fase II, na rádio Líder FM, com duas horas de duração, aos sábados.

É Sócio da Sociedade Brasileira de Dermatologia, desde 1982. Ex-Conselheiro do CRM-PB, entre 1976 a 1980. Candidato em 1982 a Deputado Federal pelo PT e a Deputado Estadual em 1986, também pelo PT obtendo 2.161 votos. Promoveu em 10 de Julho de 1998, juntamente com a Escola Agrotécnica Federal de Sousa (atual IFPB) o I Recital de Canto Lírico e Piano de Sousa. Atualmente, produz juntamente com Emanuel A. Sarmento e apresenta no CCBNB a 2ª. temporada do Áudio Club (9 apresentações), programa criado em 2016 com 08 espetáculos.

Dr. Titi tem tido ao longo da vida uma conduta ético-profissional ilibada. Um exemplo de vida nos aspetos profissional e pessoal. É uma das figuras mais singulares da geografia humana de Sousa e região. Profissional competente, homem de inteligência aguçada, espírito curioso, irreverente, amante da medicina, da política, boa música, do rádio e de bons livros. Sua biblioteca conta com um acervo de 2.156 livros. Seus autores prediletos são Manoel Bandeira, Fernando Pessoa, Thomas Mann, William Shakespeare, dentre outros. Homem de esquerda. Começou sua formação política no Movimento Estudantil em Recife contra a Ditadura Militar.

 Abdias Duque de Abrantes

Repórter PB

Destaques